Novas receitas

Em vez disso, pretensos ladrões de joias roubam KFC

Em vez disso, pretensos ladrões de joias roubam KFC

Os ladrões quebram a parede errada e acabam no restaurante

Wikimedia / Rimitaisback

Dois aspirantes a ladrões de joias na Austrália decidiram tirar o melhor proveito de uma situação complicada na semana passada, quando se viram em um KFC local, em vez da joalheria que tinham como alvo, e decidiram roubar o restaurante.

De acordo com a ABC News, Dwayne Doolin e Peter Walsh planejaram tocar no ano novo com um assalto ousado, onde iriam atravessar a parede de um banheiro e entrar na joalheria ao lado e escolheriam pedras preciosas e ouro. Mas eles acidentalmente quebraram um buraco na parede errada e se viram em um restaurante KFC, que estava aberto e cheio de alguns funcionários muito surpresos.

Os dois decidiram simplesmente correr com ele e roubar o restaurante. De acordo com a polícia de Queensland, “os homens ameaçaram os funcionários com uma barra de metal e exigiram dinheiro. Duas funcionárias obedeceram e entregaram uma quantia em dinheiro aos homens”.

Eles deixaram o restaurante a pé com US $ 2.600 e ninguém ficou ferido no incidente.

Ambos os suspeitos foram presos, no entanto. Um foi solto sob fiança e o outro permanece sob custódia. A polícia diz que os homens devem comparecer ao tribunal em 5 de março.


Os vigaristas australianos tentam invadir a joalheria 3 vezes em um dia - mas acabam no KFC ao lado

Dois ladrões estúpidos inventaram uma receita original para o fracasso.

As autoridades australianas prenderam dois homens que tentaram roubar uma joalheria vazia na véspera de Ano Novo - mas, em vez disso, invadiram o KFC ao lado, de acordo com o The Courier-Mail.

Peter Welsh, 32, e Dwayne Doolan, 31, foram presos depois que supostamente entraram em um banheiro nos fundos das lojas e usaram um pé-de-cabra para quebrar uma parede que pensaram ser Joalheiros Wrights. Só que, em vez de correntes de ouro, encontraram frango grelhado.

A equipe de uma lanchonete de fast-food em Beaudesert, ao sul de Brisbane, ficou surpresa, disse o The Courier-Mail.

Mas essa não foi nem mesmo a primeira tentativa dos vigaristas de entrar na joalheria na segunda-feira.

De acordo com o jornal, eles tentaram quebrar a janela às 7h35, jogando velas de ignição no vidro. Quando aquela manobra estranha deu errado, eles supostamente tentaram forçar a passagem por uma entrada dos fundos - mas acabaram dentro da Loja de Oportunidades da Liga do Bem-Estar Animal.

Eles supostamente roubaram uma caixa de caridade com US $ 50 de um balcão da frente, disse a polícia.

Ainda se sentindo corajoso, os atordoados e confusos australianos fizeram uma terceira tentativa de entrar na joalheria.

Foi quando eles acidentalmente invadiram o KFC através de uma área de banheiro nos fundos. Em vez de desistir, a dupla segurou os trabalhadores, disse o sargento. Damian Summerfield.


ARTIGOS RELACIONADOS

A Sra. Nguyen diz que o segredo do sabor mundialmente famoso está em 12 ervas e especiarias

A Sra. Nguyen disse que o leitelho é a forma tradicional de amaciar o frango antes de ser frito no sul dos Estados Unidos, onde o Kentucky Fried Chicken foi criado.

O soro de leite coalhado contém enzimas e ácidos que quebram as proteínas do frango, resultando em um corte macio e suculento da carne.

Algumas horas antes de você estar pronto para cozinhar o frango, a Sra. Nguyen disse que você deve escorrer o leitelho e trazer a carne de volta à temperatura ambiente, deixando-a fora da geladeira.

Ela disse que é "crítico" permitir que o frango fique em temperatura ambiente por pelo menos uma hora antes de fritar, já que cozinhar frango frio direto da geladeira pode resultar em um cozimento desigual que fica cru por dentro.

Sra. Nguyen (à esquerda) disse que é fundamental investir em um termômetro digital (à direita) para garantir que o frango seja cozido até o fim

Enquanto o frango esquenta, a Sra. Nguyen mede suas ervas e temperos.

Sua principal dica é misturar páprica defumada e doce, que ela acrescenta "maior profundidade de sabor" do que usar apenas um.

A Sra. Nguyen mistura as ervas secas em um processador de alimentos para obter uma textura semelhante à servida nos restaurantes KFC, antes de voltar sua atenção para o revestimento.

Ela peneirou duas xícaras de farinha simples em um prato grande e, em seguida, misturou as ervas e os temperos picados na mistura até incorporar totalmente.

Em seguida, a Sra. Nguyen prepara a lavagem do leite e do ovo batendo dois ovos e uma xícara de leite em uma tigela grande.

Ovos e leite grudam na farinha de rosca na pele do frango, criando o revestimento clássico sinônimo de KFC.

A Sra. Nguyen verifica o interior com um termômetro para garantir que está totalmente cozido, com uma temperatura interna acima de 85 graus Celsius, provando que o frango está pronto para comer

A Sra. Nguyen então adiciona algumas colheres de sopa da mistura de farinha em um prato separado, que servirá como cobertura para o frango.

Para criar a cobertura, ela mergulha um pedaço de frango na farinha, sacode o excesso e o submerge totalmente na lavagem com ovo e leite.

A Sra. Nguyen cobre o frango com farinha mais uma vez e o coloca em uma assadeira enquanto ela termina o resto.

Para frango ainda mais crocante, ela recomenda mergulhar duas vezes o frango empanado de volta no ovo e na lavagem com leite e dar tapinhas na mistura para formar marcas ásperas nas bordas.

Por fim, o frango está pronto para ser frito.

A receita de Nguyen atraiu muitos elogios desde que foi compartilhada nas redes sociais

A Sra. Nguyen define sua fritadeira para 180 graus Celsius e enche-a com três litros de óleo vegetal.

Ela enche a cesta de fritura com três pedaços de cada vez e os cozinha com a tampa por cerca de oito ou nove minutos.

A Sra. Nguyen verifica o interior com um termômetro para garantir que está totalmente cozido, com uma temperatura interna acima de 85 graus Celsius, provando que o frango está pronto para comer.

Um vídeo da receita - que acumulou milhares de 'curtidas' desde que foi postado no Instagram na terça-feira - atraiu respostas encantadoras, com o relato oficial da Kitchen Aid Australia respondendo: 'O Coronel Saunders ficaria muito orgulhoso!'

'Parece incrível', escreveu uma mulher, enquanto uma segunda disse que 'mal posso esperar para experimentar' o método em casa.

Um terceiro disse que o clipe a inspirou instantaneamente a investir em uma fritadeira e em todos os ingredientes necessários para o prato.

Frango KFC de Jessica Nguyen

INGREDIENTES (de 10 a 14 peças)

1 frango inteiro, cortado em 10 a 14 pedaços

Ervas e especiarias 'não tão secretas'

1. Corte o frango em pedaços grandes e sal generosamente dos dois lados antes de repousar por 30 minutos.

2. Depois de descansar, coloque o frango temperado em uma panela grande e cubra com 600ml de leitelho, deixando marinar na geladeira por no mínimo três horas, mas de preferência durante a noite.

3. Algumas horas antes de cozinhar o frango, escorra o leitelho e leve a carne à temperatura ambiente, deixando-a fora da geladeira.

4. Meça ervas e temperos e blitz em um processador de alimentos para obter uma textura semelhante à servida em restaurantes KFC.

5. Peneire duas xícaras de farinha simples em um prato grande e misture as ervas e os temperos picados na mistura até incorporar completamente.

6. Prepare o leite e a lavagem dos ovos batendo dois ovos e um copo de leite em uma tigela grande.

7. Adicione algumas colheres de sopa da mistura de farinha em um prato separado para servir de cobertura para o frango.

8. Para criar o revestimento, mergulhe um pedaço de frango na farinha, sacuda o excesso e mergulhe-o totalmente na lavagem com ovo e leite.

9. Cubra o frango com farinha mais uma vez e coloque-o sobre uma assadeira enquanto termina o resto.

10. Defina a fritadeira para 180 graus Celsius e encha com três litros de canola ou óleo vegetal.

11. Frite o frango três pedaços de cada vez por oito ou nove minutos.

12. Verifique se o frango está totalmente cozido colando um termômetro dentro - temperaturas acima de 85 graus Celsius significam que é seguro comer.


ARTIGOS RELACIONADOS

Há uma infinidade de receitas de frango frito por aí - e muitas delas tentam replicar o famoso estilo KFC - mas até agora não fiquei muito impressionado, então estou animado para experimentar esta, potencialmente, versão original.

Estou surpreso com alguns dos ingredientes e nunca teria imaginado incluir coisas como gengibre em pó, manjericão seco ou uma grande quantidade de colorau - enquanto outras especiarias são bastante óbvias, como orégano seco, sal de alho e mostarda em pó.

A receita requer farinha, sal, óleo de canola, leitelho, ovo, pimenta branca, pimenta preta, sal de alho, gengibre moído, sal de aipo, páprica, orégano, mostarda em pó, tomilho e folhas de manjericão, bem como um frango inteiro cortado em peças

Joanne primeiro misturou as ervas e especiarias com farinha, antes de colocá-la de lado

Ela então misturou o leitelho e o ovo em uma tigela separada (acima, à esquerda) até combinado

Depois de misturar as ervas e temperos com a farinha em uma tigela, eu misturo o leitelho e o ovo em outra.

Em seguida, molho o frango - uma mistura de asas, coxas, coxas e peitos, divididos pela metade - nesta mistura pegajosa por 30 minutos antes de sacudir o excesso de massa.

Agora é hora de cobrir o frango com a mistura de especiarias, o que é um pouco complicado. Deixo o frango descansar novamente por mais 20 minutos ou mais em uma gradinha.

A receita sugere mergulhar o frango - uma mistura de asas, coxas, coxas e peitos, dividido pela metade - na mistura por 20-30 minutos antes de sacudir o excesso de massa

Joanne diz que cobrir o frango com a mistura de temperos é um negócio complicado

Antes de fritar, deixe o frango coberto de especiarias sentar em uma grade sobre uma assadeira por 20 minutos

Usando uma frigideira grande, eu aqueço o óleo de canola a uma temperatura específica de 350F (cerca de 175C).

Tem bastante óleo, então isso leva um tempo, mas então o primeiro lote de frango está pronto para ser frito por cerca de 15 minutos.

Os pedaços de frango precisam ser cozidos em lotes de três ou quatro para não lotar a frigideira, por isso leva um bom tempo para passar pelos meus 10 pedaços.

Usando uma panela grande de lado alto, o óleo de canola é então aquecido a 350F (cerca de 175C) de temperatura

Os pedaços de frango precisam ser cozidos em lotes de três ou quatro para não lotar a frigideira

Transfira os pedaços de frango para uma assadeira coberta com papel toalha. Deixe o óleo voltar à temperatura antes de adicionar mais frango

Cada um é então drenado em papel de cozinha para remover o excesso de óleo - e é isso.

Certamente parece a peça, com uma camada crocante muito mais impressionante do que eu mesma já consegui.

Acho que meu frango talvez esteja um pouco cozido demais (não consegui pegar um termômetro de fritura para monitorar a temperatura do óleo), mas, independentemente disso, mal posso esperar para comê-lo e compará-lo com a versão da famosa rede de frangos .

Joanne acha que cozinhou demais o frango, pois a cor é mais escura do que o frango do KFC

RECEITA: FAÇA SUA PRÓPRIA FRANGO KFC DE CASA

Experimente a mistura de temperos com a receita potencialmente 'genuína' de frango KFC abaixo

1/2 colher de sopa de folhas secas de tomilho

1/2 colher de sopa de folhas secas de manjericão

1/3 colher de sopa de folhas de orégano secas

1 colher de sopa de pimenta preta moída

1 colher de sopa de mostarda seca

2 colheres de sopa de sal de alho

1 colher de sopa de gengibre em pó

3 colheres de sopa de pimenta branca moída

1 frango cortado, os pedaços do peito cortados ao meio para uma fritura mais uniforme

Óleo de canola prensado por expulsor

- Numa tigela, misture a farinha com todas as ervas e especiarias reservadas.

- Misture o leitelho e o ovo em uma tigela separada até incorporar. Mergulhe o frango na mistura de leitelho em temperatura ambiente, 20-30 minutos.

- Retire o frango do leitelho, deixando o excesso escorrer. Mergulhe os pedaços de frango na mistura de ervas, especiarias e farinha para cobrir todos os lados, sacudindo o excesso. Deixe descansar em uma gradinha sobre uma assadeira, por 20 minutos.

- Enquanto isso, aqueça cerca de 3 polegadas do óleo em um grande forno holandês (ou panela pesada semelhante com lados altos) em fogo médio-alto a 350F graus. Use um termômetro para fritar para verificar a temperatura. Quando a temperatura for atingida, abaixe o calor para médio para mantê-lo em 350F. Frite 3 ou 4 pedaços de cada vez, tomando cuidado para não entupir a panela. Frite até dourar médio, virando uma vez, o que deve levar de 15 a 18 minutos. Transfira os pedaços de frango para uma assadeira coberta com papel toalha. Repita com o frango restante.


ARTIGOS RELACIONADOS

Compartilhando fotos de seu KFC falso no Twitter, ele escreveu: 'Levei 18 meses, mas eu repliquei.

Réplica da receita de Dan Fell para frango KFC

  • Cinco xícaras de farinha simples
  • Meia colher de sopa de orégano e tomilho
  • Uma colher de sopa de gengibre marrom
  • Duas colheres de sopa de alho em pó
  • Uma colher de sopa de mostarda em pó
  • Uma colher de sopa de sal de aipo
  • Uma colher de sopa de pimenta preta
  • Um terço de uma colher de sopa de sal marinho
  • Duas colheres de sopa de pimenta branca
  • Quatro colheres de sopa de colorau
  • Frango

Adicione a farinha às ervas e especiarias. Em seguida, use três partes de farinha para uma parte de farinha com fermento.

Tempere o frango em uma mistura quando estiver em temperatura ambiente.

Ovos Lave o frango com clara de ovo e leite. Em seguida, tempere novamente na mistura.

Frite o frango por cinco a seis minutos entre 160C e 165C antes de colocá-lo em um forno pré-aquecido a 80C - em seguida, frite por 90 segundos antes de servir.

“Você precisa de uma fritadeira e precisa da mistura certa de ervas e temperos. O óleo precisa estar entre 160-165 ° C nem mais nem menos.

'O frango precisa estar em temperatura ambiente e você usa clara de ovo e leite para lavar (sem gema). Fiz cerca de 30 vezes. '

Dan acrescentou que quatro em cada cinco vezes que seu prato recebeu um elogio de 'você realmente não percebe a diferença'.

Depois de muito incentivo das pessoas online, Dan fez um vídeo de sua receita e o compartilhou enquanto os estabelecimentos KFC em toda a Grã-Bretanha fechavam por causa da pandemia do coronavírus.

A receita inclui cinco xícaras de farinha simples, quatro colheres de sopa de colorau, duas colheres de sopa de pimenta branca e alho em pó, além de uma colher de sopa de gengibre em pó.

À mistura, Dan também adiciona uma colher de sopa de mostarda em pó, sal de aipo e pimenta-do-reino, meia colher de sopa de orégano e tomilho e um terço de uma colher de sopa de sal marinho.

O amante do frango explicou que o manjericão era o 11º ingrediente, mas que muitas vezes o deixa de fora, pois não acrescenta muito sabor à receita cheia de geléia.

Use três partes da mistura para uma parte da farinha com fermento e lave o ovo com o frango antes de enrolá-lo no tempero e fritar em uma frigideira funda ou em óleo quente a 160C a 165C.

A receita inclui cinco xícaras de farinha simples, quatro colheres de sopa de colorau, duas colheres de sopa de pimenta branca e alho em pó, além de uma colher de sopa de gengibre em pó (foto)


Relâmpago preenche o vazio

Agora vamos ao nosso jogo final, Lightning Fill in the Blank. Cada um de nossos jogadores terá 60 segundos para responder o máximo possível de questões de preenchimento, cada resposta correta agora vale dois pontos. Carl, você pode nos dar a pontuação?

CARL KASELL: Temos um empate para o primeiro lugar, Peter. Adam Felber e Kyrie O'Connor têm ambos três pontos. Paula Poundstone tem dois.

SAGAL: Ok, Paula, você está em terceiro lugar. Você é o primeiro. O relógio começará quando eu começar sua primeira pergunta. Preencha o espaço em branco.

SAGAL: Depois de se reunir com o NRA, Joe Biden anunciou que apresentaria recomendações para conter os vazios na próxima terça-feira.

SAGAL: Membros de ambos os partidos criticaram a decisão do presidente Obama de nomear em branco para ser o próximo secretário de Defesa.

SAGAL: Os investigadores estão tentando determinar o que causou um acidente de viagem de Nova Jersey a Nova York na quarta-feira.

POUNDSTONE: Um daqueles barcos, as balsas.

SAGAL: Sim, uma balsa, um daqueles barcos.

SAGAL: Na quinta-feira, o filme "Lincoln" liderou o pelotão com 12 indicações em branco.

POUNDSTONE: Prêmio da Academia, Oscar.

SAGAL: Inspirados por afirmações feitas pelo nadador olímpico Michael Phelps, os cientistas determinaram esta semana que o apagamento é, citação, "bom"?

SAGAL: E a água que eles disseram fica boa mesmo depois que as pessoas fazem xixi nela. Esta semana, Oprah Winfrey anunciou que iria dar uma entrevista em branco sobre o escândalo de doping dele, na próxima semana.

POUNDSTONE: Lance Armstrong.

SAGAL: Em um movimento um tanto surpreendente, esta semana o Conselho Nacional do Dia dos Pais foi nomeado o Pai do Ano em branco.

POUNDSTONE: Oh, acho que sei disso. Espere. Eu sei disso Aguentar. Aguentar.

POUNDSTONE: Pai do ano. Clinton.

SAGAL: Sim, Bill Clinton, muito bom.

SAGAL: Entre os que se declararam culpados de participar de um notório e destrutivo motim de hóquei em 2011 no Canadá está em branco.

POUNDSTONE: Minha gata, Sra. Fizziwig.

SAGAL: Se confessar culpada de participar do motim do hóquei foi Miss Simpatia.

SAGAL: Sophie Laboissonniere foi premiada com o título de Miss Simpatia no concurso Miss Coastal Vancouver 2011, um título que ela provou ter conquistado por ser a mais legal e doce desordeira saqueando e invadindo edifícios durante a rebelião. Seu advogado pediu clemência e disse que os funcionários não deveriam ficar tão surpresos, já que pela parte de talentos da competição ela rolou e incendiou um carro.

ADAM FELBER: Mas tão docemente.

SAGAL: Não é legal? Carl, como foi a Paula no nosso teste?

KASELL: Paula teve seis respostas corretas para mais 12 pontos. Ela agora tem 14 pontos e Paula está na frente.

SAGAL: Muito bem, Paula. Jogamos uma moeda. Adam decidiu ir em seguida. Preencha o espaço em branco. Funcionários da Casa Branca disseram na terça-feira que estão considerando remover todas as tropas do espaço vazio depois de 2014.

SAGAL: Depois de anunciar que iria realizar um evento de mídia para uma grande revelação na próxima semana, as ações da gigante em branco das redes sociais dispararam.

SAGAL: A Catedral Nacional anunciou esta semana que, a partir de agora, oficializará casamentos para casais em branco.

SAGAL: Testes nesta semana provaram que um homem de Chicago que morreu logo após o apagamento foi envenenado com cianeto.

FELBER: Ganhar na loteria.

SAGAL: Voltando ao trabalho depois de ser hospitalizada por causa de um coágulo sanguíneo causado por uma queda, a equipe de Hilary Clinton a apresentou em branco.

SAGAL: Pela primeira vez em dez anos, o músico blank lançou um novo single.

SAGAL: Em uma entrevista surpreendentemente sincera com "Dateline", Al Roker confessou que, durante uma visita à Casa Branca em 2002, ele ficou em branco.

FELBER: Ele fez cocô nas próprias calças.

SAGAL: Um roubo de joias na Austrália deu errado esta semana quando os ladrões apagaram acidentalmente.

FELBER: Invadiu uma confeitaria.

SAGAL: Não. Eles cavaram um túnel em um KFC em vez de nos joalheiros. Perto, você estava. Esta foi a terceira tentativa de Peter Welsh e Dwayne Dolan de roubar a mesma joalheria. Eles quebraram a janela. Isso não funcionou. E quando tentaram entrar pela porta dos fundos, acabaram na Liga do Bem-Estar Animal local.

SAGAL: Então, quando eles abriram um túnel através da parede e se encontraram no KFC ao lado, em vez da joalheria, eles simplesmente levantaram as mãos e roubaram o KFC.

SAGAL: Carl, como Adam se saiu em nosso teste?

KASELL: Adam teve sete respostas corretas, para mais 14 pontos.

POUNDSTONE: Oh, aí está.

KASELL: Ele agora tem 17 pontos e Adam assumiu a liderança.

SAGAL: Uau, isso foi magistral.

SAGAL: Então, de quantos Kyrie precisa para vencer o jogo?

KASELL: Sete para empatar, oito para vencer imediatamente.

SAGAL: Aqui vamos nós, Kyrie. Isso é para o jogo.

KYRIE O'CONNOR: Sem estresse, sem estresse.

SAGAL: Preencha o espaço em branco. Boston declarou uma emergência de saúde pública na quarta-feira depois de confirmar 700 casos em branco.

SAGAL: Esta semana, o presidente Obama indicou John Brennan para ser a próxima cabeça do branco.

SAGAL: Por problemas de saúde, a posse do presidente venezuelano em branco foi adiada.

SAGAL: Depois que os voos foram cancelados devido a três incidentes em três dias, aumentaram as preocupações com o novo avião vazio da Boeing.

SAGAL: Apesar de suas alegações de inocência, a polícia em um protesto na Bielo-Rússia prendeu um branco por apagamento.

O'CONNOR: Um homem para aplaudir.

SAGAL: Certo, um homem de um braço só para bater palmas.

SAGAL: Esta semana a Hasbro anunciou que os votos dos fãs irão determinar qual peça será retirada do jogo em branco.

SAGAL: Na votação deste ano no Hall da Fama do Beisebol, em branco recebeu votos suficientes para entrar.

SAGAL: Oficiais no Canadá estão lembrando aos cidadãos que hamsters dando à luz, pizza ruim e aparições de sasquatch não são boas razões para ignorar.

O'CONNOR: Para sair da estrada.

SAGAL: Os policiais dizem que as pessoas precisam se lembrar que o número é apenas para emergências, e mesmo que possa parecer uma emergência quando o hamster que você acabou de comprar inesperadamente dá à luz dez bebês, esse não é o tipo de emergência que eles querem dizer.

SAGAL: Carl, Kyrie se saiu bem o suficiente para vencer? Ela chegou perto.

KASELL: Ela chegou muito perto, Peter. Ela teve sete respostas corretas para mais 14 pontos. Ela agora tem 17 pontos e está empatada com Adam Felber. Portanto, esta semana, Adam Felber e Kyrie O'Connor são co-campeões.

SAGAL: Parabéns, muito bem.

SAGAL: Paula, como você se sente?

Copyright e cópia 2013 NPR. Todos os direitos reservados. Visite o nosso site de termos de uso e páginas de permissões em www.npr.org para mais informações.

As transcrições de NPR são criadas em um prazo urgente pela Verb8tm, Inc., um contratante da NPR, e produzidas usando um processo de transcrição proprietário desenvolvido com a NPR. Este texto pode não estar em sua forma final e pode ser atualizado ou revisado no futuro. A precisão e a disponibilidade podem variar. O registro oficial da programação da NPR & rsquos é o registro de áudio.


'Seguro' não significa 'seguro'

Quando esses casos vão a tribunal, o banco geralmente tem a vantagem. Lianna Saribekyan e seu marido, Agassi Halajyan, alugaram um grande cofre em uma agência do Bank of America em Universal City, Califórnia, em 2012. Eles o encheram com joias, dinheiro, pedras preciosas e relíquias de família que queriam manter em segurança. eles reformaram sua casa. Eles pagaram $ 246 pelo aluguel de um ano. Nove meses depois, a Sra. Saribekyan voltou à filial e descobriu que sua caixa havia sumido. A localização do Bank of America estava fechando, os funcionários disseram a ela que o banco havia perfurado a abertura de todos os seus cofres. (O banco disse que enviou várias cartas aos clientes sobre o fechamento da agência. A Sra. Saribekyan disse que nunca as recebeu.)


KFC Vietnã

Eles deveriam apresentá-lo aqui no Reino Unido, no KFC. Eu me pergunto se ele & # x27 se parecerá com isso.

As galinhas, em particular, parecem atrair menos empatia do que outros animais. Eles não têm o carisma de pássaros selvagens ou a fofura de animais de estimação. Eles são historicamente retratados como comicamente não inteligentes e covardes. Diga a palavra galinha e a maioria das pessoas nem pensa no animal. Eles pensam KFC.

Mesmo assim, seja qual for o status que atribuímos às galinhas, elas sentem a mesma dor que o pássaro ferido no gramado da sua casa. Só porque colocamos rótulos em animais como animais selvagens, animais de estimação ou gado, não faz diferença para eles ou para sua capacidade de sofrimento. Uma asa quebrada é uma asa quebrada.

Ninguém que assistiu à cobertura da TV CTV de uma recente investigação secreta de um matadouro de aves administrado pela Maple Lodge Farms poderia negar que os animais estavam sofrendo.

A investigação, da Mercy for Animals Canada, revelou galinhas com ossos visivelmente quebrados sendo penduradas de cabeça para baixo em uma linha que se movia rapidamente, arrastando-as para o abate. De acordo com o investigador, alguns foram enforcados por uma perna (em violação à política federal de abate humanitário) por trabalhadores sob pressão para processar 20 aves por minuto. Imagens de vídeo mostraram galinhas amontoadas em engradados sendo rudemente jogadas e jogadas em correias transportadoras na chegada às instalações. Um cientista avícola entrevistado pela CTV disse que muitas das práticas descritas eram "inaceitáveis".

Mas talvez tão perturbadoras quanto as práticas atualmente consideradas “aceitáveis” no Canadá. As galinhas criadas para comer carne agora são criadas para crescer tão rápido que ficam aleijadas pelo próprio peso, levando a ataques cardíacos, distúrbios esqueléticos e claudicação. Eles são transportados para matadouros em caminhões sem aquecimento e com ventilação limitada em qualquer clima, período durante o qual podem ser legalmente privados de água, comida e descanso por até 36 horas. Após uma curta vida de privação, estresse e dor, mais de 600 milhões de frangos são algemados de cabeça para baixo e abatidos no Canadá a cada ano.

Essa crueldade embutida existe porque a pecuária industrializada tem a ver com a produção lucrativa de grandes quantidades de carne barata - uma prioridade que não pode evitar o conflito com o bem-estar animal.

Somente a pressão dos consumidores canadenses pode fazer os produtores mudarem seus métodos. Alguns consumidores decidiram comprar fora do sistema de fazendas industriais, recorrendo a produtores tradicionais não intensivos. Outros se voltaram contra a pecuária à medida que a qualidade, a seleção e a conveniência dos alimentos vegetarianos e vegans melhoram rapidamente. Se alguém pode comer bem sem crueldade ou massacre, por que não?

Se houvesse indignação pública suficiente, a indústria poderia ser forçada a usar métodos de abate mais humanos, como o gás. Os tempos de transporte sem comida e água podem ser reduzidos. Os caminhões podem ser à prova de intempéries.

Mas para que isso aconteça, os canadenses precisam se preocupar com as galinhas. Talvez a ciência mais recente, que mostra que eles são animais sociais sencientes, curiosos, com muito mais inteligência do que se pensava anteriormente, fizesse a diferença.


Conteúdo

Nelson nasceu Lester Joseph Gillis em 6 de dezembro de 1908 em Chicago, Illinois. Ele foi preso em 4 de julho de 1921 aos 12 anos, depois de atirar acidentalmente na mandíbula de um companheiro de brincadeira com uma pistola que havia encontrado. Ele serviu mais de um ano no reformatório estadual. [5] Nelson foi preso novamente por roubo de carro e passeio aos 13 anos e foi enviado para uma escola penal por mais 18 meses. Nelson foi libertado em 11 de abril de 1924. [6]

Nelson juntou-se a uma gangue na adolescência e tornou-se seu líder. Em 1928, ele se casou com Helen Wawrzyniak e tiveram dois filhos. [7]

Editar afiliação de gangue

Quando conheceu Wawrzyniak, Nelson trabalhava em uma estação da Standard Oil em seu bairro, que também servia de quartel-general para um grupo de jovens ladrões de pneus, coloquialmente conhecidos como "strippers". Nelson se associou às strippers e se familiarizou com vários criminosos locais, incluindo um que o contratou para dirigir álcool ilegal nos subúrbios de Chicago. Nelson tornou-se associado a membros da Touhy Gang, que ficava no subúrbio. [8]

Roubo à mão armada Editar

Em dois anos, Nelson e sua gangue se envolveram com o crime organizado, especialmente assaltos à mão armada. Em 6 de janeiro de 1930, os associados forçaram a entrada na casa do executivo da revista Charles M. Richter. Depois de amarrá-lo com fita adesiva e cortar as linhas telefônicas, eles saquearam a casa e levaram aproximadamente $ 205.000 em joias (equivalente a aproximadamente $ 3,2 milhões em dólares de 2020). Dois meses depois, eles realizaram um assalto semelhante no bangalô de Lottie Brenner Von Buelow (na Sheridan Road). Este trabalho rendeu aproximadamente $ 50.000 em joias. Depois do crime, os jornais de Chicago apelidaram o grupo de "The Tape Bandits". [9]

Editar roubo de banco

Em 21 de abril de 1930, Nelson roubou um banco pela primeira vez, levando aproximadamente US $ 4.000. Um mês depois, Nelson e sua gangue arrecadaram $ 25.000 em joias com invasões domiciliares. Em 3 de outubro, Nelson roubou US $ 4.600 do Banco Estadual de Itasca, um caixa posteriormente identificou-o como um dos ladrões. Três noites depois, ele roubou as joias da esposa do prefeito de Chicago, Big Bill Thompson, avaliadas em US $ 18.000. Ela descreveu seu agressor, dizendo: "Ele tinha uma cara de bebê. Ele era bonito, pouco mais que um menino, tinha cabelos escuros e usava um sobretudo cinza e um chapéu de feltro marrom de aba virada para baixo." [10] Nelson e sua tripulação foram mais tarde associados a um assalto mal-sucedido a uma estrada em Summit, Illinois, em 23 de novembro de 1930. No tiroteio que se seguiu, três pessoas foram mortas e três ficaram feridas. Três noites depois, a gangue de Nelson roubou uma taverna em Waukegan Road, e Nelson cometeu seu primeiro assassinato digno de nota quando atirou fatalmente no corretor Edwin R. Thompson. [11]

Durante o inverno de 1931, a maioria dos Bandidos da Fita foi presa, incluindo Nelson. O Chicago Tribune referiu-se ao seu líder como "George 'Baby Face' Nelson", que recebeu uma sentença de um ano de prisão perpétua na penitenciária estadual de Joliet. Nelson escapou durante uma transferência de prisão em fevereiro de 1932. Através de seus contatos dentro da Touhy Gang, Nelson fugiu para o oeste para Reno, onde foi abrigado por William Graham, um conhecido chefe do crime e jogador. Usando o pseudônimo "Jimmy Johnson", Nelson foi para Sausalito, Califórnia, onde trabalhou para o contrabandista Joe Parente. Durante seus empreendimentos criminosos na área da Baía de São Francisco, Nelson conheceu John Paul Chase e Fatso Negri, que mais tarde se tornaram associados. [11] Em Reno, no inverno seguinte, Nelson conheceu o alvin Karpis, que estava de férias, que por sua vez o apresentou ao ladrão de banco do meio-oeste, Eddie Bentz. Juntando-se a Bentz, Nelson retornou ao Meio-Oeste no verão seguinte. Ele cometeu um grande assalto a banco em Grand Haven, Michigan, em 18 de agosto de 1933, o primeiro na área. O roubo não foi lucrativo, embora a maioria dos envolvidos tenha fugido por completo. [12]

O assalto ao banco Grand Haven convenceu Nelson de que ele estava pronto para liderar sua própria gangue. Por meio de conexões na Green Lantern Tavern em St. Paul, Nelson recrutou Homer Van Meter, Tommy Carroll e Eddie Green. Com esses homens e dois outros ladrões locais, Nelson roubou o First National Bank of Brainerd, Minnesota de $ 32.000 em 23 de outubro de 1933 (equivalente a aproximadamente $ 640.000 em dólares de 2020 [13]). Testemunhas relataram que Nelson disparou descontroladamente balas de submetralhadora contra os transeuntes enquanto fazia sua fuga. [14] Depois de buscar sua esposa Helen e o filho de quatro anos Ronald, Nelson partiu com sua equipe para San Antonio, Texas. Enquanto estava lá, Nelson e sua gangue compraram várias armas do armeiro do submundo Hyman Lehman. Uma dessas armas era uma pistola Super Colt .38 que havia sido modificada para ser totalmente automática. Nelson usou esta arma para matar o Agente Especial W. Carter Baum em Little Bohemia Lodge vários meses depois. [15]

Em 9 de dezembro de 1933, uma mulher local avisou a polícia de San Antonio sobre a presença próxima de "poderosos gangsters do Norte". Dois dias depois, Tommy Carroll foi encurralado por dois detetives e abriu fogo, matando o detetive H.C. Perrin e o detetive Al Hartman ferido. Toda a gangue de Nelson, exceto Nelson, fugiu de San Antonio. Nelson e sua esposa viajaram para o oeste, para a área da baía de São Francisco, onde recrutou John Paul Chase e Fatso Negri para uma nova onda de assaltos a banco na primavera seguinte. [16]

Parceria com John Dillinger Edit

Em 3 de março de 1934, John Dillinger fez sua famosa "pistola de madeira" escapar da prisão em Crown Point, Indiana. Embora os detalhes permaneçam em disputa, a fuga é suspeita de ter sido arranjada e financiada por membros da gangue recém-formada de Nelson, incluindo Homer Van Meter, Tommy Carroll, Eddie Green e John "Red" Hamilton, com o entendimento de que Dillinger iria devolver parte do dinheiro do suborno com sua parte no primeiro roubo. Na noite em que Dillinger chegou às Twin Cities, Nelson e seu amigo John Paul Chase foram interrompidos por outro carro dirigido pelo vendedor de tintas local Theodore Kidder. Nelson perdeu a paciência e deu início à perseguição, empurrando Kidder para o meio-fio. O vendedor saiu de seu veículo para protestar, ao que Nelson atirou nele. [17]

Dois dias depois disso, a nova gangue (com a participação de Hamilton como o sexto homem incerto) atacou o Banco Nacional de Segurança em Sioux Falls, Dakota do Sul. No roubo, que rendeu cerca de US $ 49.000 (os números variam ligeiramente), Nelson feriu gravemente o policial motociclista Hale Keith com uma rajada de metralhadora quando o policial estava chegando ao local. [18] [19] The six men were soon identified as "the Second Dillinger gang", due to Dillinger's extreme notoriety, but the gang had no official leader. [20]

On March 13, a week after the robbery in Sioux Falls, the gang robbed the First National Bank in Mason City, Iowa. Dillinger and Hamilton were both shot and wounded in the robbery, where they made off with $52,000. [21] On April 3, federal agents ambushed and killed Eddie Green, though he was unarmed and they were uncertain of his identity. [22] In the aftermath of the Mason City robbery, Nelson and John Paul Chase fled west to Reno, where their old bosses Bill Graham and Jim McKay were fighting a federal mail fraud case. Years later, the FBI determined that on March 22, 1934, Nelson and Chase abducted and killed the chief witness against the pair, Roy Fritsch. Fritsch's quartered body was said to have been thrown down an abandoned mine shaft, [23] and was never found.

Little Bohemia Edit

On the afternoon of April 20, Nelson, Dillinger, Van Meter, Carroll, Hamilton, and gang associate and errand-runner Pat Reilly, accompanied by Nelson's wife Helen and three girlfriends of the other men, arrived at the secluded Little Bohemia Lodge in Manitowish Waters, Wisconsin for a weekend of rest. The gang's connection to the resort apparently came from previous dealings between Dillinger's attorney, Louis Piquett, and lodge owner Emil Wanatka. Though gang members greeted him by name, Wanatka maintained that he was unaware of their identities until some time later that night. According to Bryan Burrough's book Public Enemies: America's Greatest Crime Wave and the Birth of the FBI, 1933–34, this most likely happened when Wanatka was playing cards with Dillinger, Nelson, and Hamilton. When Dillinger won a round and raked in the pot, Wanatka caught a glimpse of Dillinger's pistol concealed in his coat, and noticed that Nelson and the others also had shoulder holsters.

The following day, while she was away from the lodge with her young son at a children's birthday party, Wanatka's wife informed a friend, Henry Voss, that the Dillinger gang was at the lodge, and the FBI was subsequently given the tip early on April 22. [ citação necessária ] Melvin Purvis and a number of agents arrived by plane from Chicago, and with the gang's departure imminent, attacked the lodge quickly and with little preparation, and without notifying or obtaining help from local authorities.

Wanatka offered a one-dollar dinner special on Sunday nights, and the last of a crowd estimated at 75 people were leaving as the agents arrived in the front driveway. A 1933 Chevrolet coupé was leaving at that moment with three departing lodge customers, John Hoffman, Eugene Boisneau and John Morris, who apparently did not hear an order to halt because the car radio drowned out the agents yelling at them to stop. The agents quickly opened fire on them, instantly killing Boisneau and wounding the others, and alerting the gang members inside.

Adding to the chaos, at this moment Pat Reilly returned to the lodge after an out-of-town errand for Van Meter, accompanied by John Hamilton's girlfriend, Pat Cherrington. Accosted by the agents, Reilly and Cherrington backed out and escaped under fire.

Dillinger, Van Meter, Hamilton, and Carroll escaped through the back of the lodge, which was unguarded, and made their way north on foot through woods and past a lake to commandeer a car and a driver at a resort a mile away. Carroll was not far behind them. He made it to Manitowish and stole a car, making it uneventfully to St. Paul.

Nelson, who had been outside the lodge in the adjacent cabin, characteristically attacked the raiding party head on, exchanging fire with Purvis, before retreating into the lodge under a return volley from other agents. From there he slipped out the back and fled in the opposite direction from the others. Emerging from the woods ninety minutes later, a mile away from Little Bohemia, Nelson kidnapped the Lange couple from their home and ordered them to drive him away. Apparently dissatisfied with the car's speed, he quickly ordered them to pull up at a brightly lit house where the switchboard operator, Alvin Koerner, aware of the ongoing events, quickly phoned authorities at one of the involved lodges to report a suspicious vehicle in front of his home. Shortly after Nelson had entered the home, taking the Koerners hostage, Emil Wanatka arrived with his brother-in-law George LaPorte and a lodge employee (while a fourth man remained in the car) and were also taken prisoner. Nelson ordered Koerner and Wanatka back into their vehicle, where the fourth man remained unnoticed in the back seat.

As they were preparing to leave, with Wanatka driving at gunpoint, another car arrived with two federal agents – W. Carter Baum and Jay Newman – as well as a local constable, Carl Christensen. Nelson asked the agents who they were and upon the agents identifying themselves, Nelson quickly opened fire with his fully automatic pistol, severely wounding Christensen and Newman and killing Baum, who was hit three times in the neck. Nelson was later quoted as having said that Baum had him "cold" and could not understand why he had not fired. It was found that the safety catch on Baum's gun was on.

Nelson stole the FBI car. Less than 15 miles away, the car suffered a flat tire and finally became mired in mud as Nelson attempted unsuccessfully to change it. Back on foot, he wandered into the woods and took up residence with a Chippewa family in their secluded cabin for several days before making his final escape in another commandeered vehicle. [24] [25]

Three of the women who had accompanied the gang, including Nelson's wife Helen, were captured inside the lodge. After grueling interrogations by the FBI, the three were ultimately convicted on harboring charges and released on parole. [26]

With an agent and an innocent bystander dead and four more severely wounded, including two more innocent bystanders, as well as the complete escape of the Dillinger gang, the FBI came under severe criticism, with calls for director J. Edgar Hoover's resignation and a widely circulated petition demanding Purvis' suspension. [27]

Nelson as public enemy #1 Edit

At the time of the Little Bohemia shootout, Nelson's identity as a member of the Dillinger gang had been known to the FBI for two weeks. Following the killing of Baum, Nelson became nationally notorious and was made a high-priority target of the Bureau. The focus on him and the murdered agent served to deflect some of the intense criticism directed at Hoover and Purvis following the Little Bohemia debacle. [28]

A day after the Little Bohemia raid, Dillinger, Hamilton, and Van Meter ran through a police roadblock near Hastings, Minnesota, drawing fire from officers there. A ricocheting bullet struck Hamilton in the back, fatally wounding him. [29] [30] Hamilton reportedly died in hiding on April 30 or May 1, 1934, and was secretly buried by Dillinger and others, including Nelson, who had rejoined the gang in Aurora, Illinois. [31]

On June 7, gang member Tommy Carroll was killed while trying to evade arrest in Waterloo, Iowa. Carroll and his girlfriend, Jean Crompton (who had been captured and tried with Helen Gillis after Little Bohemia), had grown close to the Nelsons, and his death was a personal blow to them. Nelson and his wife went into hiding during the ensuing weeks, and although they were in the Chicago area, their precise movements in this period remain obscure. The Nelsons reportedly lived in various tourist camps, while continuing to secretly meet with family members whenever possible. [32]

On June 27, former gang errand-runner and Little Bohemia fugitive Pat Reilly was arrested in St. Paul, Minnesota. [33]

On the morning of June 30, Nelson, Dillinger, Van Meter, and one or more additional accomplices robbed the Merchants National Bank in South Bend, Indiana. One man involved in the robbery is believed to have been Pretty Boy Floyd, based on several eyewitness identifications as well as the later account of Joseph "Fatso" Negri, an old Nelson associate from California who was serving as a gofer for the gang at this time. [34] Another rumored participant was Nelson's childhood friend, Jack Perkins, also an associate of the gang at that time. (Perkins was later tried for the robbery and acquitted). [35]

When the robbery began, policeman Howard Wagner had been directing traffic outside responding quickly to the scene and attempting to draw his gun, he was shot dead by Van Meter, who was stationed outside the bank. During the shootout that followed, Nelson exchanged fire with a local jeweler, Harry Berg, who had shot him in the chest - ineffectively, because of Nelson's bullet-proof vest. As Berg retreated into his store under a return volley from Nelson, a man in a parked car was wounded. Nelson also grappled briefly with a teenage boy, Joseph Pawlowski, who tackled him until Nelson (or Van Meter) stunned Pawlowski with a blow from his gun. When Dillinger and the man identified as Floyd (unconfirmed) emerged from the bank with sacks containing $28,000, they brought three hostages with them (including the bank president) to deter gunfire from three patrolmen on the scene. The policemen fired nonetheless, wounding two of the hostages before grazing Van Meter in the head. The gang escaped, and Van Meter recovered. In the constant and chaotic exchange of gunfire, several other bystanders were wounded by shots, ricochets, or flying broken glass. It was the last confirmed robbery for all of the known and suspected participants, including Floyd (unconfirmed). [36] [37]

During the month of July, as the FBI manhunt for him continued, Nelson and his wife fled to California with associate John Paul Chase, who remained with Nelson for the rest of his life. Upon their return to Chicago on July 15, the gang held a reunion meeting at a favorite rendezvous site. When the meeting was interrupted by two Illinois state troopers, Fred McAllister and Gilbert Cross, Nelson fired on their vehicle with his converted "machine gun pistol", wounding both men as the gangsters retreated. Cross was badly wounded, but both he and McAllister survived. Nelson's responsibility was uncertain until verification came later in the form of a confession from Chase. [38]

On July 22, 1934, Dillinger was ambushed and killed by FBI agents outside the Biograph Theater in Lincoln Park, Chicago. The next day the FBI announced that "Pretty Boy" Floyd was now Public Enemy No. 1. On October 22, 1934, Floyd was killed in a shootout with agents including Melvin Purvis. Subsequently, J. Edgar Hoover announced that Nelson was now Public Enemy No. 1. [39]

On August 23, Van Meter was ambushed and killed by police in St. Paul, Minnesota, leaving Nelson as the sole survivor of the so-called "Second Dillinger Gang".

In the ensuing months, Nelson and his wife, usually accompanied by Chase, drifted west to cities including Sacramento and San Francisco, California and Reno and Las Vegas, Nevada. They often stayed in auto camps, including Walley's Hot Springs, outside Genoa, Nevada, where they hid out from October 1 [40] before returning to Chicago around November 1. [41] Nelson's movements during the final month of his life are largely unknown.

By the end of the month, FBI interest had settled on a former hideout of Nelson's, the Lake Como Inn in Lake Geneva, Wisconsin, where it was believed that Nelson might return for the winter. When the Nelsons and Chase did return to the inn on November 27, they briefly came face to face with surprised and unprepared FBI agents who had staked it out. The fugitives sped away before any shots were fired. Armed with a description of the car (a black Ford V8) and its license plate number (639-578), agents swarmed into the area. [42]


Red Dead Redemption 2 Torn Treasure Maps

To collect and use the Torn Treasure Maps you will have to locate and kill two unique Hermits that can be found in the world of Red Dead Redemption II. Each one contains one half of a treasure map that will lead to the unique pistol Otis Miller’s Revolver.

The order in which you collect the map halves does not matter. It will affect which map half is named "Torn Treasure Map 1" and "Torn Treasure Map 2" though.

Torn Treasure Map 1

The Male Hermit is found on the far eastern side of the map, north of the town Annesburg. Along the right-hand road north of Annesburg is Manito Glade. There you will find the hermit’s home surrounded by a fence and "Keep Out" signs.

When you approach, he will shout at you and threaten to shoot at you. Kill him to be able to enter the home and collect the unique shotgun simply called the Rare Shotgun. You must pick it up now, or you will not be able to collect it later. One half of the Torn Treasure Map is inside the house inside a drawer.

Torn Treasure Map 2

The Female Hermit is found on the western side of West Elizabeth. Her home is far northwest of Wallace Station. Follow Little Creek River into the mountains and her home is in the woods off to the right.

She will sick her three dogs upon you when you get close to her home. Kill all three of them and the hermit herself so you may safely collect the half of the Torn Treasure Map. The map piece is inside the house inside a drawer.

The two map halves will make the whole treasure map, pictured below.

Red Dead Redemption 2 Torn Treasure Map Treasure Location

Once you collect both halves of the Torn Treasure Map, head down to the town of Armadillo. Northwest of the town along the state line near Rattlesnake Hollow, you will find a small cave entrance.

Inside the cave is Otis Miller’s treasure. Open it up to collect the rare Otis Miller’s Revolver, as well as six "erotic photographs."


Assista o vídeo: Roubos QUASE brilhantes flagrados por câmeras (Novembro 2021).