Últimas receitas

Aproveite ao máximo a nossa carne de veado selvagem

Aproveite ao máximo a nossa carne de veado selvagem

Veado é carne de veado e tem um belo sabor profundo. Como diz Jamie: “É delicioso, é cheio de sabor e é nutritivo!”

A carne de veado selvagem é uma fonte de carne brilhantemente sustentável, mas raramente a vemos nas prateleiras das lojas. Enquanto isso, comer mais veado selvagem também ajudaria os agricultores que estão controlando a crescente população de veados do Reino Unido.

POR QUE DEVEMOS COMER MAIS?

A carne de veado mais comum no Reino Unido é a "carne de veado vermelha", que vem de veados de criação e é atualmente a escolha mais econômica para açougueiros fornecerem a granel, pois os animais são maiores. Raramente vemos carne de veado selvagem nas prateleiras das lojas ou nos açougues, mas por quê?

Enquanto isso, os cervos selvagens estão causando um problema significativo para os fazendeiros britânicos, pois a crescente população come grandes quantidades de safras.

A população de veados selvagens dobrou nos últimos 20 anos - e estima-se que 1,5-2 milhões de veados selvagens vivam atualmente em todo o Reino Unido. Um veado adulto pode comer até 5kg de safras todos os dias.

Como resultado, veados selvagens são regularmente abatidos pelos fazendeiros para manter o número da população sob controle. Como o mercado para veado selvagem é limitado, a maior parte da carne é exportada.

Como Jimmy resume: “Há muitos cervos, eles estão causando um problema para os agricultores, a carne tem um gosto delicioso e atualmente a estamos exportando para outros países que gostam dela. Isso é louco!"

QUAL O GOSTO DE WILD VENISON?

Como os animais vagam livremente, a carne de veado selvagem é distintamente magra, pois o músculo trabalhou mais. A carne vermelha de cultivo também tem um sabor adorável de caça profunda.

Jamie e Jimmy fazem um teste de sabor para ver como a carne selvagem se compara. Eles experimentam cortes de gamo, veado sika e veado muntjac, e descobrem que a carne é mais doce, tem uma textura mais fina e é mais delicada. Como diz Jamie: “É outro nível de delícia!”

Os meninos angariam algum apoio público em Festa das noites de sexta-feira, reunindo um grupo de público, açougueiros e restaurateurs. Eles dão aos novatos de veado uma fatia de veado Wellington, um lindo filé cozido no carvão e um muntjac ragù. E cai uma tempestade!

Então, da próxima vez que você vir veado no menu ou prateleira do açougue - pergunte se eles já consideraram estocar veado selvagem!

VENISON WELLINGTON

Óleo de porcini e trufas

Se você nunca provou carne de veado selvagem, você terá um verdadeiro deleite. Não só é mais magro do que a carne, mas também é uma ótima fonte de zinco e ferro. Este Wellington sofisticado e cheio de sabores (como visto no Friday Night Feast) tem todos os ingredientes para um banquete de parar o show. Delícias de próximo nível.

Serve: 6-8

Tempo total: 1 hora, mais resfriamento
1 kg de filé central de carne de veado caipira (usei pousio selvagem britânico)
1 colher de chá de bagas de zimbro
½ ramo de tomilho fresco (15g)
3 raminhos de alecrim fresco
azeite
400g de cogumelos mistos
25g de cogumelos porcini secos
1 dente de alho
1 pequena noz de manteiga sem sal
óleo de trufa
1 noz-moscada inteira, para ralar
farinha simples, para polvilhar
1 x bloco de 500g de massa folhada toda com manteiga
1 ovo grande caipira

MÉTODO

  1. Retire a carne de veado da geladeira pelo menos 1 hora antes de cozinhar. Pré-aqueça o forno a 200 ° C / 400 ° F / gás 6.
  2. Amasse as bagas de zimbro em um pilão e almofariz até ficarem bem. Pegue as folhas de 3 ramos de tomilho e todo o alecrim e pique finamente.
  3. Coloque a carne de veado numa tábua e esfregue com 1 colher de chá de azeite, salpique com sal marinho e pimenta-do-reino, depois espalhe sobre o zimbro e as ervas, e dê uma boa esfregada em tudo.
  4. Pré-aqueça uma frigideira grande em fogo alto e sele a carne de veado por 2 minutos de todos os lados, virando com uma pinça, e depois retire para um prato.
  5. Para o recheio, limpe os cogumelos e rasgue grosseiramente os maiores. Coloque o porcini em uma tigela pequena, cubra com água fervente e deixe de molho por alguns minutos. Descasque e pique finamente o alho.
  6. Limpe a frigideira e junte o alho e os cogumelos com a manteiga e um pouco de azeite. Retire as folhas de tomilho restantes, pique grosseiramente e adicione o porcini embebido e seu líquido de imersão (coando para remover qualquer grão). Cozinhe em fogo médio-baixo por 15 minutos ou até que o líquido passe e os cogumelos estejam macios, mexendo regularmente.
  7. Coloque o conteúdo da panela em uma tábua, regue com ½ colher de chá de óleo de trufas e algumas grelhas de noz-moscada, depois pique com uma faca afiada até obter uma consistência grosseira de patê (ou bata no processador de alimentos). Prove e tempere com perfeição, depois deixe esfriar.
  8. Sobre uma superfície polvilhada com farinha, estenda a massa até 30 x 40 cm. Com uma das pontas mais compridas à sua frente, espalhe o patê de cogumelos sobre a massa, deixando uma margem de 3cm.
  9. Bata o ovo e pincele as pontas. Coloque a carne de veado no patê de cogumelos e, começando com a borda mais próxima de você, dobre e enrole a massa em volta da carne de veado, empurrando-a para longe de você e segurando cada extremidade para moldá-la ao redor do filé. Pressione as pontas para selar e recorte com a parte de trás de um garfo.
  10. Transfira o Wellington para uma assadeira grande forrada com papel manteiga e pincele todo com a lavagem de ovos (você pode preparar para este estágio e esfriar até que seja necessário - apenas remova-o 1 hora antes de cozinhar para que não fique frio).
  11. Quando estiver pronto para cozinhar, aqueça a bandeja no fogão em fogo médio por alguns minutos para começar a torrar a base e, em seguida, leve ao forno por 30 minutos para uma carne de veado suculenta e ruborizada.
  12. Depois de cozido, deixe o Wellington descansar por 5 minutos, depois corte. Delicioso servido com molho e verduras no vapor.

DICA: Para um molho deliciosamente rico, peça ao açougueiro alguns ossos de veado e asse por 1 hora com cebolas, cenouras e aipo. Transfira para o fogão, adicione um pouco de caldo de carne e um pouco de vinho tinto, depois cozinhe por algumas horas, raspando a parte pegajosa da base da panela e completando o líquido conforme necessário. Passe por uma peneira para uma assadeira limpa e cozinhe até reduzir. Tarefa concluída!

Nutrição: 597kcal, 30,4g de gordura, 17,4g de saturados, 44,9g de proteína, 35,2g de carboidratos, 1,8g de açúcares, 1,0g de sal, 2,9g de fibra


Assista o vídeo: Matando um cervo de forma humanizada - Menu Selvagem l Discovery Channel (Novembro 2021).