Novas receitas

Queques de massa assada

Queques de massa assada

Preparamos os ingredientes da seguinte maneira: hidratamos as passas em um pouco de água com essência de rum

Cortamos a merda em cubos e passamos pelo açúcar de confeiteiro.

Esfregue o fermento em uma tigela com uma colher de açúcar, adicione um pouco de leite morno (cerca de 150 ml) e um punhado de farinha. Fazemos uma maionese que deixamos crescer, cobrindo a tigela, até dobrar de volume (cerca de 10-15 minutos)

Enquanto isso, derreta a manteiga em fogo baixo e leve ao fogo o restante do leite junto com o açúcar, o sal e as cascas de limão e laranja raladas.

Peneire a farinha para uma tigela, faça um furo no meio e acrescente 3 gemas, depois comece a derreter a manteiga, incorporando a farinha e o leite morno quase quente. Quando colocamos cerca de metade do leite juntamos a maionese levantada, e colocamos o resto do leite na tigela onde a maionese era para diluir tudo das paredes da tigela e adicionamos na massa, aos poucos, alternando com a farinha nas bordas.

Bata as claras em neve com um pouco de sal, o açúcar de baunilha e o suco de limão e incorpore aos poucos na massa. Não uso clara de ovo para bolos, mas uso muffins.

Misture o resto da farinha e sove um pouco para incorporar todos os ingredientes. A massa é mais macia que o bolo, um pouco pegajosa, polvilhe a farinha por cima, tampe a tigela e deixe levedar por 15 minutos em local aquecido.

Depois de quase dobrar de volume, divida a massa em duas partes iguais, espalhe com o rolo sobre a mesa de trabalho e polvilhe as passas e os flocos de chocolate em uma e a merda e os flocos de chocolate na outra.

Enrole de cada lado, corte os pedaços cerca de 2 cm e coloque nas formas de muffin.

Apaguei uma gema que diluí com um pouco de leite e untei os muffins com ela, primeiro antes de colocar no forno e depois no final quando desliguei o forno e deixei no forno por 5 minutos com o fogo apagado .

Assei por 35 minutos a 180 graus.

Eles são bons tanto quentes quanto frios.


Eu entalho bolos com recheios

Saindo da massa lepim as bolas da geladeira, com um diâmetro de cerca de quatro centímetros, e se decompõem na mesa, untadas para que não se toquem. Cubra com uma toalha, natural, pura, e deixe por 15 minutos.Se a cozinha estiver fria, ligue o forno. Polvilhe um prato ou mesa com farinha e alise as bolas, em seguida, role com um batedor um pouco. Coloque o recheio no meio de um repolho - uma colher de sopa cheia de bolo puxar os dois lados, misture-os e zaschipyvaem. Coloque a junta que ficará com o fundo da torta. Mãos, se quiser, podemos dar uma forma perfeita. É hora de trazer a questão antes do fim que nós tortas fritas. Em uma panela, cozinhe mais rápido do que no forno.


Receita da vovó de pãezinhos com geléia de groselha, feitos com massa fermentada & # 8211 uma iguaria que não se compara aos petiscos de mercado!

Apresentamos-lhe uma excelente receita de pão caseiro, feito com massa levedada. Os pães são leves, macios e perfumados, perfeitos para acompanhar o chá. A massa para pãezinhos é preparada à base de fermento e água. Desista de lanches comerciais prejudiciais em favor de uma guloseima caseira especial. Desfrute de seus entes queridos com pães caseiros especialmente saborosos.

INGREDIENTES

& # 8211 4 colheres de sopa de óleo de girassol

MÉTODO DE PREPARAÇÃO

1. Despeje um copo de leite em uma panela. Leve ao fogo baixo e aqueça um pouco o leite (a temperatura do leite deve estar 2 a 3 graus acima da temperatura ambiente).

2. Esmague o fermento na bandeja de leite e adicione algumas colheres de sopa de farinha peneirada. Mexer. Pegue uma maionese tipo creme. Cubra a panela com uma toalha e deixe por 2 horas em local aquecido.

3. Em uma tigela, misture a maionese com o leite, sal e óleo. Bata os ovos com o açúcar. Adicione os ovos batidos à tigela e misture delicadamente com uma espátula de madeira.

4. Aos poucos, adicione a farinha peneirada, mexendo sempre com uma espátula de madeira.

5. Adicione a manteiga macia (ou derretida) e misture. Mesmo se você derreter a manteiga, é importante deixá-la esfriar.

6. Sove a massa com as mãos, untada preventivamente com óleo, por 10-15 minutos. Coloque a massa em uma tigela mais funda e cubra com uma toalha. Deixe crescer.

7. Sove a massa levemente e deixe crescer pela segunda vez.

8. Faça pãezinhos com a massa levantada: polvilhe a mesa com farinha e divida a massa em 10-12 partes iguais.

9. Faça pãezinhos com a forma desejada e recheie-os com geléia de groselha. Aqui estão algumas idéias para inspiração.

10. Forre a assadeira com papel e coloque os pães. Deixe-os em temperatura ambiente por 15-20 minutos.

11. Coloque a bandeja no forno pré-aquecido a 180 graus por 15-20 minutos. O tempo de cozimento depende de cada forno. Se desejar, decore os pães com calda de açúcar ou mel.


Torta de massa fermentada "Croissants de maçã" - uma verdadeira obra-prima da culinária!

Torta fermentada. É uma torta macia, macia e deliciosa. Tente prepará-lo!

INGREDIENTES (para uma bandeja com um diâmetro de 30-35 cm):

Para a cobertura Streusel:

-uma colher de chá de canela em pó.

Extra: um ovo para lubrificar a superfície da torta.

MÉTODO DE PREPARAÇÃO:

1.Prepare a massa: dissolva o sal e o açúcar no leite morno. Derreta a manteiga.

2. Peneire a farinha (para que seja enriquecida com oxigênio e a massa saia mais fofa) em uma tigela grande. Adicione o fermento seco e misture.

3. Faça um furo no meio da pilha de farinha. Despeje o leite (com açúcar e sal), a manteiga derretida e o ovo. Misture tudo com um garfo. Você precisa obter uma massa macia.

Nesta fase pode-se corrigir a consistência da massa: se estiver mais líquida, acrescente um pouco mais de farinha, e se for muito densa, acrescente um pouco mais de leite.

4. Aos poucos, adicione o óleo e sove a massa muito bem com as mãos: por 5-7 minutos, até que grude em suas mãos.

5. Unte a tigela com um pouco de óleo e coloque nela a massa macia, homogênea e não pegajosa, em forma de bola. Cubra com filme plástico e deixe crescer por 1-1,5 horas, até que dobre de volume.

6.Prepare o recheio: descasque as maçãs e os talos. Corte-os em cubos.

7. Adicione à panela com a manteiga derretida e cozinhe por 3-5 minutos para amolecer.

8. Adicione a canela e misture. Transfira o recheio para uma tigela e deixe esfriar até a temperatura ambiente.

9.Prepare a cobertura Streusel: misture a farinha e o açúcar. Adicione a manteiga fria, cortada em cubos. Misture rapidamente, com as mãos, até obter uma massa arenosa. Leve a cobertura à geladeira até começar a dar forma à torta.

10. Unte a forma com manteiga e polvilhe com farinha. Sacuda o excesso de farinha. Se quiser, você pode assar a torta na assadeira padrão, forrada com papel manteiga.

11. Sove um pouco a massa levedada e divida em 8 pedaços iguais, formando bolinhas (junte as pontas do pedaço de massa para o centro e consolide sua “costura”, depois gire entre as palmas das mãos). Cubra-os com filme plástico e deixe-os descansar por 5-7 minutos (durante este tempo o glúten irá quebrar e a massa ficará mais macia, mais maleável e não irá "resistir" durante o esticamento).

12.Molde a torta: Abra cada bola de massa em um bolo. Em seguida, abra cada bolo em um maior, ligeiramente menor em diâmetro do que a assadeira.

13.Em seguida, adicione um punhado de cobertura Streusel (você só precisa usar metade) em cada bolo, espalhando apenas metade da superfície de cada um deles. Em seguida, dobre-os e pressione-os levemente com as mãos.

14. Em seguida, adicione a cobertura restante (deixando uma pequena quantidade para polvilhar a superfície da torta) sobre as "crescentes" obtidas, espalhando por igual.

15.Coloque uma colher de sopa de recheio de maçã em ambos os lados de cada "meia-lua" de massa, formando um triângulo.

16. Depois disso, role cada metade da "meia-lua" em direção ao centro, cobrindo o recheio.

17. Coloque os croissants duplos obtidos no tabuleiro preparado, com as pontas viradas para o centro.

18. Cubra a torta com filme plástico e deixe levedar por 30-40 minutos.

19. Unte a superfície com ovo batido e polvilhe com o restante da cobertura Streusel.

20. Asse a torta por 45-50 minutos no forno pré-aquecido a 180 ° C. O tempo de cozimento depende do tamanho da bandeja e do seu forno. A torta deve dourar e o palito inserido no meio deve sair seco, sem vestígios de massa.

21. Deixe esfriar um pouco e transfira para um prato.

A torta se quebra facilmente em croissants separados com maçãs. É muito perfumado, macio, fofo e delicioso! Temos certeza que você vai gostar!


Muffins de ovo e mussarela

Ao contrário de outras receitas de muffin de aperitivo, desta vez a massa é amassada e deixada em local aquecido por 20 minutos para levedar.

Peneire a farinha em uma tigela grande.

Leve ao lume o leite, derreta o fermento e regue com a farinha.

Adicione um ovo, uma colher de sopa de óleo, meia colher de sopa de vinagre e uma pitada de sal.

Misture todos os ingredientes e sove por 2-3 minutos.

Cubra o prato com uma toalha e deixe crescer.

Em cada forma em que a massa foi espalhada, quebre um ovo, polvilhe um pouco de sal e pimenta e leve ao forno.

Após cerca de 5 minutos, retire as formas e coloque uma rodela de mussarela por cima de cada bolinho.

Deixar no forno quente cerca de 5 minutos até adquirir a cor acobreada.

Para o molho de ovo (que parece maionese, mas é mais fluido, mais leve e mais azedo do que uma maionese normal) use 3 gemas que são colocadas em uma tigela e bata bem com um batedor.

Despeje o óleo bem devagar, continuando a misturar. Quando os ovos adquirirem consistência cremosa, acrescente o suco de limão, uma pitada de sal e uma pitada de pimenta.

Lave e pique as folhas de 2 rodelas de cebola, que são adicionadas ao molho (não se esqueça de guardar alguns pedaços de cebola para enfeitar).


Savarina clássica de massa fermentada

Eu gosto de savarins desde que os conheço. Lembro-me de enfiar o nariz na vitrine da confeitaria do bairro e tentar, enquanto esperava na fila, escolher na bandeja de savarines dobradas aquela que eu mais gostava, pedir aquela. A ânsia por savarinas geladas e bem xaropes não me deixou hoje, só que hoje descobri um pouco mais sobre elas e por terem uma bela história, achei que devia contar para vocês, em suma.

A história de Savarina começa com o nascimento de um bebê sensual, em 1º de abril de 1755, em uma pequena cidade da França (onde mais?). O nome do bebê era Jean Anthelme Brillat-Savarin e ele nasceu em uma família de advogados. Ele próprio estudou Direito, mas também Química e Medicina, tornando-se advogado e depois um político de sucesso. O que fez Brillat-Savarin entrar para a história, no entanto, foi o fato de ele ser um grande e apaixonado gourmet. Seu livro, A Fisiologia do Gosto, é um apelo aos gostos educados, pelo prazer de boas refeições que ele considera uma arte e uma ciência.

Pois bem, este tal de Brillat-Savarin é quem ofereceu aos pasteleiros parisienses Julien o segredo da calda que transforma o savarin de uma massa comum num prazer divino. Quando os irmãos Julien criaram uma sobremesa, na forma de um grande bolo em forma de anel, bem xarope, deram-lhe o nome do famoso epicurista que contribuiu significativamente para a receita e por isso apareceu savarin ("savarin" em francês).

Então, originalmente a savarina era um bolo grande, bom de compartilhar, depois atingindo as formas individuais em que a conhecemos. Com o tempo, foram surgindo todo tipo de variações, como o pão-de-ló savarina com pão ralado, cuja receita publiquei há algum tempo, mas a versão original é derivada do bolo rum-baba, que tem por base uma massa. Fermentado muito hidratado .

Na França, são aceitas variantes de savarina com recheio de creme, frutas cristalizadas e creme, mas também creme de pastelaria, e há também savarines grandes e savarines individuais, savarines recheadas com creme apenas no buraco do meio ou savarines cortadas transversalmente. E com uma camada generosa de recheio colocado entre as duas camadas de massa xaroposa.

A receita que hoje vos proponho é retirada da Larousse Gastronomique, edição 2007, aquela feita sob a orientação de Joel Robuchon. Digo-vos com toda a franqueza, quando li a receita achei extremamente estranha, mas dada a autoridade da fonte, resolvi experimentar e no final não me arrependi de nada.
Tempo de preparação: 02:40 horas
Tempo de cozimento: 00:20 horas
Tempo total: 03:00 horas
Quantidade de porções: 10
Grau de dificuldade: média

Ingredientes Massa levedada Savarina classic:

  • 25 gramas de mel de acácia
  • 25 gramas de fermento fresco
  • 1/2 colher de chá de sal
  • casca finamente ralada de 1/2 limão
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 250 gramas de farinha de pão (usei BL-550, farinha húngara)
  • 6 ovos grandes
  • 100 gramas de manteiga com 80% de gordura
  • Além disso, manteiga para a forma untada e 1-2 colheres de sopa de farinha para papel de parede
  • 500 mililitros de água
  • 250 gramas de açucar
  • 50 ml. suco de laranja
  • casca de 1/2 limão (descascada com descascador em tiras, apenas a parte amarela)
  • 100 ml. de rom

enchimento e decoração:

  • 600 ml. creme para creme (mínimo de 32% de gordura e muito frio, resfriado na geladeira por no mínimo 8 horas)
  • 40 gramas de açúcar de baunilha em pó
  • 350 gramas de framboesas (frescas ou congeladas)
  • 100 gramas de açucar
  • 2 colheres de sopa de suco de limão

Preparação Classic Savarina a partir de massa levedada:

Todos os ingredientes da massa devem estar em temperatura ambiente (ovos, farinha, manteiga amolecida). Não recomendo que você se aventure a fazer essa "massa" à mão, você precisa de uma batedeira. Coloquei a palavra massa entre aspas porque tem uma consistência muito estranha, em nenhum caso pode ser amassada, só é um pouco mais grossa que massa de panqueca.

1. Coloque o mel, o fermento esmagado, o extrato de baunilha e 3 ovos na tigela da batedeira. Bata bem com a batedeira até ficar homogêneo. À parte, misture o sal com a farinha e adicione aos poucos sobre a composição na tigela. Mexa até ficar homogêneo e, em seguida, adicione os 3 ovos batidos restantes, aos poucos. Misture em velocidade média por 10 minutos.

2. Após 10 minutos, acrescente a manteiga amolecida, cortada em pedaços, sem desligar a batedeira. Assim que a manteiga estiver totalmente incorporada, a massa deve ficar elástica, macia e brilhante. Deixe descansar em local aquecido por 30 minutos, coberto com filme plástico.

3. Enquanto isso, ligue o forno e ajuste-o para 200 graus Celsius. Unte com manteiga maciça e cubra com farinha de formato circular com diâmetro de 24 cm, com furo no meio. Tenha cuidado, para ser untado e coberto com papel de parede em todos os lugares, para não causar problemas (extremamente desagradáveis) ao retirar o savarin do formulário.

Nota: claro, a massa pode ser cozida em formas individuais de savarin, dependendo do seu tamanho pode ser feita a partir desta composição 10-14 savarin. Cuidado, as formas pequenas devem ser untadas com manteiga e forradas com farinha igual ao grande.

4. Após 30 minutos, despeje a massa na forma e imediatamente leve ao forno pré-aquecido a 200 graus Celsius, onde irá assar por 20-25 minutos. No forno vai crescer muito e a parte visível (que na verdade é a que vai servir de base ao savarin) vai rachar. É normal que isso aconteça.

5. Depois de assar, a savarin marrom é colocada em uma grelha e deixada esfriar bem.

6. Nesse ínterim, prepare a calda, que deve estar quente ao ser despejada sobre a savarin completamente fria (resfriada à temperatura ambiente). Em uma panela, caramelize metade do açúcar fornecido para a calda. Quando o açúcar ficar dourado, despeje a água (500 ml) e acrescente o restante do açúcar, o suco de laranja e a casca de limão. Ferva até que o açúcar esteja completamente dissolvido, acrescente o rum e deixe ferver mais duas vezes.

7. Para facilitar o manuseio do savarin, que imaginei ser extremamente frágil depois de embebido em calda, cortei-o ao meio, transversalmente. Na seção você pode ver muito bem quantos alvéolos ele desenvolveu por dentro, é como uma verdadeira esponja que vai absorver muito, muito xarope delicioso.

8. Coloquei cada metade da savarin em uma bandeja, em cima de um picador de plástico fino, para facilitar o manuseio no final, despejei a calda quente, dividindo uniformemente nas duas metades. Inclinei a bandeja, peguei o xarope não absorvido e despejei sobre o savarin novamente, repetindo até que todo o xarope desaparecesse na massa de cozimento. Deixei esfriar até a temperatura ambiente.

9. Para o molho de framboesa: numa panela colocam-se framboesas (frescas ou congeladas, não importa, obviamente, já que é inverno, usei congeladas), açúcar, suco de limão e 3 colheres de água fria. Leve ao fogo até ferver, ferva 2 a 3 minutos, puxe à parte e passe na peneira, pressionando bem até que só fiquem as sementes na peneira.

10. Bata as natas para o creme bem frio com a batedeira até começar a formar rugas suaves na superfície, em seguida, adicione o açúcar de confeiteiro e bata na batedeira em velocidade alta até que o creme endureça muito bem. Tenha cuidado para não bater mais do que isso, pois existe o risco de separação na manteiga e no leitelho.

11. Primeiro levantei a base do savarin, com a ajuda do triturador de plástico fino e transferi para a bandeja (deixei deslizar um pouco do triturador de plástico flexível da bandeja). Despejei todo o chantilly sobre a base, com a ajuda de um posh ao qual prendi um dui com abertura de estrela. Eu cuidadosamente transferi o topo do savarin para o topo da camada de chantilly, também, usando o cortador de plástico flexível. Despejei a geléia de framboesa já resfriada por cima e coloquei o savarin na geladeira. É perfeito para degustar após pelo menos 3-4 horas na geladeira, mas certifique-se de que fica bem tampado para não absorver odores estranhos. Grande apetite!


Misture todos os ingredientes em uma tigela e forme uma massa homogênea. Cubra a tigela com uma toalha e deixe-a quente por meia hora. Em seguida, pegue a massa, corte e polvilhe com um pouco de farinha. Deixe crescer por mais meia hora.

Conselho útil:

O que quer que você prepare, não esqueça de untar a assadeira com um pouco de óleo para que a massa não grude.
Nesta bandeja espalhe a massa e coloque sobre qualquer fruta ou qualquer composição.
Se quiser uma massa para pizza ou pão, pare de adicionar açúcar, casca de limão e essências.

Essas duas receitas massa fermentada é bom tê-los sempre à mão. Eles são muito fáceis de preparar e te livram de qualquer confusão, se você quiser massa fermentada para bolos ou um para pão ou pizza.


Massa fermentada com água mineral e # 8211 Receita tradicional de massa turca

Apenas os produtos assados ​​turcos são macios, arejados, perfumados ... Hm! Quem poderia recusá-los? Eu nunca! É por isso que lhe ofereço esta receita.

ingredientes

  • 6 copos de farinha (900 g)
  • 7 g de fermento seco
  • um copo de leite morno (250 ml)
  • um copo de óleo de girassol (inodoro) (250 ml)
  • um copo de água mineral carbonatada (250 ml)
  • uma colher de sopa de sal
  • 2 colheres de sopa de açúcar.

Como é preparado?

A massa obtida de acordo com esta receita é adequada para o preparo de pizzas, patês e tortas com recheio salgado. Se você quiser preparar pães ou outros produtos doces assados, basta adicionar mais açúcar à massa.

1. Adicione o fermento seco à farinha peneirada. Mexer.

2. Despeje o leite, o óleo e a água mineral gaseificada em uma tigela. Adicione sal e açúcar.

3. Adicione a farinha e sove a massa.

4. Cubra a massa com uma toalha úmida ou filme plástico e deixe crescer por 1-1,5 horas em um lugar quente.

5. Sove a massa levedada muito bem. Em seguida, cubra e deixe descansar por 60 minutos.

6. Você pode transferir a massa preparada para um saco plástico e colocá-la na geladeira, onde pode ser armazenada por 3-4 dias, sem perder sua frescura.

7. Ou você pode usá-lo imediatamente. Por exemplo, preparei um pãozinho com papoula. Divida a massa em 2 pedaços. Abra o primeiro pedaço de massa em uma folha retangular com cerca de 5 mm de espessura. Espalhe o recheio de semente de papoula na sua superfície (usei uma mistura já preparada).

8. Enrole a folha de massa em um rolo.

9. Junte as bordas do rolo para obter um anel.

10. Usando uma faca, divida o rolo em segmentos, sem cortá-los totalmente.

11. Torça cada segmento ligeiramente.

12. Prepare outro rolo do segundo pedaço de massa. Em seguida, basta cortá-lo em pedaços e colocar os pães obtidos na assadeira. Tentando experimentar, coloquei alguns pãezinhos no centro da "flor" da massa.

13. Deixe os pratos descansar por 30 minutos, unte-os com ovo batido.

14. Asse no forno pré-aquecido até 180 ° C, até dourar bem.

15. Aqui está a aparência das seções de cozimento:

Alguns exemplos de produtos de panificação feitos da mesma massa:

1. Pãezinhos com gergelim.
2. Caracóis baunilha.
3. Torta de batata e carne.


Muffins - 6 receitas

Nossa seleção de deliciosas receitas de muffins, com fotos, para preparar em casa, mas também no laboratório de confeitaria.

Os muffins são pastéis, preparados assando em formas pequenas, redondas e onduladas, uma massa semelhante, geralmente, a um bolo. A palavra "brioche" tem origem em "brioche" em francês.


Método de preparação

Fiz a massa na máquina de pão, e os ingredientes foram colocados na máquina na ordem escrita acima para os ingredientes. A massa deve ser mais macia, mas elástica, por isso, se notar que precisa de um pouco mais de farinha, coloque mais na máquina enquanto amassa a massa. Usei uma farinha tipo 650, por isso os muffins nem cresceram muito.

Depois que a máquina amassou a massa, borrifei um pouco de óleo em uma tigela, coloquei a massa na tigela, cobri com papel alumínio e deixei em um lugar quente para levedar por 20-30 minutos.

Espalhei o papel alumínio na mesa de trabalho, untei com um pouco de óleo, untei as mãos e virei a massa. Quebrei um pedaço de massa, do tamanho que eu quiser que os muffins fiquem, considerando que vão crescer na hora do cozimento, aliso um pouco o pedaço de massa, coloco uma ameixa seca no meio, recolho as pontas, dou tem o formato de uma bola de massa e eu coloquei na forma de muffins de silicone.

Na bandeja de muffins coloquei papel para muffins, passei um pouco de óleo no papel e só então coloquei a massa recheada. Deixei as bandejas de muffin crescerem em um lugar quente por 15 minutos, depois coloquei no forno aquecido a 180 graus por 15-18 minutos, até dourar por cima. Deixe esfriar e polvilhe com açúcar de confeiteiro de baunilha por cima.


A massa da pizza pode ser mantida na geladeira

Eu adoraria poder guardá-lo frio, direto da geladeira. Isso faz com que a massa aumente de volume, ao mesmo tempo que influencia o sabor. O fermento líquido pode ser armazenado em uma caixa hermeticamente fechada na geladeira por 8 dias após.

A maionese natural pode ser preservada de várias maneiras, mas a mais comum. Mantê-lo na geladeira requer uma alimentação semanal ou. Tudo o que você quer saber sobre Pizza Dough Can Be Refrigerated. Posso guardar a seguinte massa na geladeira ou freezer por vários dias: ovos, água. Massa de pizza com levedura fria, com muito pouco fermento, para uma pizza de cobertura fina, fina e crocante. Eu tenho uma pergunta: a massa pode ficar no freezer? Avaliação: 4,8 & # 8211 15 comentários & # 8211 30 min.

Como armazenamos o fermento: na geladeira ou no freezer? Ele tem a capacidade de transformar açúcares e, assim, nossa massa ficará mais aerada. Se pensarmos um pouco em como preparar essa massa fermentada. A tecnologia de preparação de pão com massa congelada é caracterizada por. Ele mantém sua capacidade praticamente inalterada de formar gases após 130 dias. Esta receita de massa fermentada deve estar no seu livro de receitas, será sua.

TV Como mantemos o pão no freezer? Se bem preservado, o pão permanecerá fresco até.