Novas receitas

Falling Rock Tap House: pegue uma cerveja

Falling Rock Tap House: pegue uma cerveja

“No Crap On Tap!” é o lema da Falling Rock Tap House em Denver, Co. Desde 1997, a placa amarela e preta que a maioria das pessoas reconhece nas estradas de montanha do Colorado está pendurada nas paredes deste edifício histórico, convidando os moradores de Denver a apenas pelo melhor disponível Cerveja.

Quando você anda em Falling Rock, pode parecer o lugar errado para o bebedor de cerveja novato. Os pisos e cabines de madeira escura direcionam sua atenção para todas as torneiras coloridas atrás do bar, prendedores de lata de cervejaria estrategicamente colocados na parede ao lado de placas de neons e artigos de revistas emoldurados. As paredes também são revestidas com mais de 2.000 garrafas de cerveja de todo o mundo, fazendo com que pareça um museu da história da cerveja, contando histórias do passado da cerveja. Todas as garrafas de cerveja são coleção pessoal do proprietário Chris Black, que passou anos bebendo e coletando. Há também um andar de baixo com jogos de dardos e mesas de sinuca para ajudar a passar o tempo enquanto você explora toda a cerveja que Falling Rock oferece.

No entanto, não se deixe intimidar por toda a história e cerveja exótica se você for um novato em cerveja. Se você quer apenas terminar o dia com uma boa cerveja local, mesmo uma importação de qualidade da Alemanha, Falling Rock é um ótimo lugar para prová-los. Se você está procurando um novo estilo de cerveja, é mais do que provável que uma de suas mais de 75 linhas de chope o tenha, além de sua extensa seleção de garrafas com mais de 130 cervejas. Mesmo se você for um nostálgico. Há algumas cervejas de barril lá para você saborear. Há apenas uma pergunta que você deve fazer a si mesmo quando for a Falling Rock; “O que eu quero beber?” Porque o maior problema de se ter é muita seleção, principalmente com cerveja.

A melhor parte do compromisso de Falling Rock com o "não cagar na torneira" é a capacidade de provar e apreciar a cerveja das melhores cervejarias do Colorado em um só lugar. Apenas certifique-se de ter um motorista designado, porque com uma grande seleção, vem uma grande responsabilidade.


INSCREVA-SE AGORA Notícias diárias

DENVER, Colorado (KDVR) - Falling Rock Tap House é o bar de cerveja artesanal original de Denver.

O proprietário Chris Black e seus irmãos abriram suas portas em LoDo em 1997. Desde então, eles ganharam uma reputação nacional como um dos principais destinos de cerveja artesanal do país.

“Meu foco principal é ter cervejas realmente especiais que a maioria dos bares não vai conseguir”, disse Black à FOX31.

Durante o festival anual Great American Beer Festival, Falling Rock é um dos lugares que os mestres cervejeiros vão para ver o que há na torneira. É um ritual pré-jogo para muitos fãs das Montanhas Rochosas.

A pandemia mudou tudo isso.

“É realmente, inacreditavelmente silencioso”, disse Black.

Ele diz que tem cerca de três dúzias de clientes regulares visitando todas as semanas e estão tentando contar com comidas e bebidas para viagem, tanto quanto possível. No entanto, com sua seleção especial de cervejas feitas para serem saboreadas lentamente, eles simplesmente não viajam muito bem.

“Não iríamos conseguir se simplesmente continuássemos fazendo o que estávamos fazendo”, disse Black.

Felizmente, nos últimos 23 anos, Black e sua equipe vêm lentamente acumulando um pé-de-meia.

“Provavelmente temos apenas alguns milhares de garrafas de cerveja vintage”, disse Black.

A coleção contém cervejas muito raras e muito procuradas de cervejarias de renome em Denver e nos Estados Unidos.

O item mais valorizado é uma garrafa de 750ml de uma cerveja azeda misturada em colaboração feita em 2008 pela The Lost Abbey Brewing Company chamada “Isabelle Proximus”. Quando a lista de Cellar Sale foi postada, a garrafa solitária foi vendida em um segundo por $ 400.

Outras cervejas notáveis ​​na coleção incluem stouts imperiais, azedas envelhecidas em barris e vinhos de cevada de Great Divide, Avery, Firestone Walker, Russian River e cervejarias da Inglaterra e Bélgica também.

"Sim, é triste ver alguns deles irem", disse Black. Mas, "não está fazendo tanto bem quanto este lugar estar aberto."

Desde terça-feira, Falling Rock vendeu cerca de 500 garrafas de cerveja rara.

“O que vendemos até agora nos dará pelo menos mais seis semanas de vida e se pudermos vender toda a coleção, isso provavelmente nos dará mais perto de quatro ou cinco meses, onde podemos, esperançosamente, sobreviver a isso”, Black disse.

Você pode comprar garrafas no site Falling Rock’s Cellar Sale. As compras devem ser retiradas localmente e não estão disponíveis para envio.

Copyright 2021 Nexstar Media Inc. Todos os direitos reservados. Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído.


Histórias relacionadas

Oskar Blues ainda possui Oskar Blues? A cervejaria prefere se concentrar na cerveja

Oskar Blues Opening Restaurant, Beer Hall e Music Venue em LoDo

Calendário da cerveja: uma nova cervejaria, um novo nome de cervejaria e lata de queima

& ldquoNós fomos a primeira pessoa fora da área de Lyons e Boulder em 1998 ou 1999. Sempre os tivemos aqui & rdquo Black diz Westword. & ldquoSua empresa teve sucesso, e isso aconteceu com a ajuda de muitas pessoas em Denver. É por isso que me sinto um otário agora ”, acrescenta ele.

Embora Oskar Blues fizesse parte da comunidade da cerveja nos primeiros dias, Black diz que isso mudou nos últimos anos, mais recentemente quando Oskar Blues deixou de ser membro do Colorado Brewers Guild, que representa os interesses de muitos dos as cervejarias artesanais estaduais no legislativo e em outros lugares. O porta-voz da guilda, Steve Kurowski, confirmou que Oskar Blues não é mais um membro da cervejaria, da mesma forma se recusou a se tornar um membro das guildas na Carolina do Norte e no Texas, onde também tem operações cervejeiras significativas.

“Algumas pessoas dizem que esta indústria deveria se concentrar apenas na cerveja”, diz Black. & ldquoMas, eu digo, & lsquoNão, não deveria & rsquot. & rsquo A indústria e a comunidade são importantes. Nos últimos trinta anos, nós tentamos criar algo diferente. E é importante saber quem é o dono do quê e quais decisões são tomadas. Tenho muita paixão por isso. Você sabe que as coisas vão mudar e elas têm que mudar. Mas você ainda pode manter algumas coisas iguais. & Rdquo

O porta-voz da Oskar Blues, Chad Melis, diz que a cervejaria está na verdade na guilda do Texas e que saiu da Colorado Brewers Guild tanto por causa do custo quanto por causa da direção da organização. Ele ressalta que Oskar Blues foi um dos maiores apoiadores do Guild no passado e que criou seu primeiro evento, Burning Can, que acontece no próximo mês, como uma arrecadação de fundos para o grupo.

Mas ele refutou a noção de que Oskar Blues não apóia a indústria ou outras cervejarias, dizendo que a empresa sempre foi ágil e prestativa, e que apóia a cena com seus restaurantes.

“Chris foi um dos primeiros a adotar Oskar Blues e queremos agradecê-lo por interpretar o papel que desempenhou”, diz Melis. "Continuaremos a fazer as coisas que fazemos. Abrir restaurantes e combinar música ao vivo com cerveja artesanal é algo que [Oskar Blues Fooderies] gosta de fazer e está em nosso DNA."

Uma carta aberta para Dale Katechis e amp Oskar Blues Brewing:

Tchau.

OK, acho que devo elaborar sobre isso, embora se eu tivesse deixado por isso mesmo, você & rsquod sabe o que eu estava dizendo e por que eu estava dizendo isso. Mas como esta não é a primeira vez que esses assuntos surgem na indústria, I & rsquom vai apenas arrancar o band-aid, dizer em voz alta e deixar as pessoas saberem sobre os problemas.

Em primeiro lugar, para os cervejeiros (seja Brewpub ou Produção), eu apoio totalmente um Brewers direto para uma Tap Room. Acho que é uma parte vital da construção de sua cervejaria e de sua marca. Outra parte vital do seu negócio, se você tem aspirações de crescimento fora da sua cervejaria e prédio de rsquos, são as maçanetas e garrafas / latas de amplificação no mercado.

Conforme a indústria evoluiu e cresceu, várias cervejarias criaram diferentes métodos de financiamento de seu crescimento. Seja assumindo quantias crescentes de dívidas tradicionais (e os perigos que isso acarreta), vendendo para os fabricantes de cerveja, vendendo para outro cervejeiro, abrindo o capital, propriedade de funcionários ou permitindo investimentos de capital privado, as opções são abundantes. Qual é a melhor forma, de que forma ainda é / são & ldquoCraft & rdquo? Bem, DEFINITIVAMENTE sabemos uma escolha, vender para Industrobrewers, isn & rsquot Craft. Se você escolher esse caminho, parabéns pelo sucesso, mas não me venha com a merda de & ldquon nada & rsquos mudou & rdquo, sim, você sabia de antemão, ninguém mudou as regras no meio do caminho. Lide com isso. As outras formas da lista, acho que temos que jogar um jogo de esperar para ver. Acho que as ações falam mais alto do que os comunicados de imprensa; é praticamente o único método que temos para olhar sob a tenda da nova entidade.

No seu caso, algumas de suas ações recentes Brewery & rsquos apontam para uma cervejaria que eu sinto ISN & rsquoT Craft & amp, portanto, não desejo ter nada a ver. Na Indústria da Cerveja Artesanal, isso e rsquos ou você está COM ela, ou você está CONTRA ela, realmente não há meio-termo. A partir deste ano, você deixou o Colorado Brewers Guild. Isso deixa um grande buraco no orçamento de uma organização que ajudou e lutou por sua capacidade de chegar onde você está hoje. Você não pertence ao North Carolina Brewers Guild, você informou ao Texas Brewers Guild que ganhou e se juntou a sua organização (o último foi o assunto de um artigo recente do Austin Chronicle). Eu me pergunto o que vai acontecer na Flórida. Eu ouvi você dizendo isso & rsquos & ldquoCraft Buying Craft & rdquo. Estou disposto a suspender minha descrença se não for por suas ações. Isso não é Craft. Sim, eu sei que nem toda cervejaria pertence às Organizações Comerciais Locais e Nacionais, apenas aquelas que se preocupam com o progresso da indústria, querem protegê-la dos Industrobrewers e querem ser capazes de proteger o acesso do pequeno cervejeiro ao mercado.

Outra ação é o seu anunciado Music Venue / Beer Hall no centro de Denver. Com 43 torneiras. A sério? 4 anos (quase o mesmo dia) atrás, você anunciou um & ldquoletter of intent & rdquo em um edifício em Boulder para abrir outro Home Made Liquids & amp Solids. Tivemos uma discussão emocional (e muito civilizada) sobre minha opinião sobre o assunto ». Quando você quer vender seus próprios produtos, sou um grande apoiador, quando seu objetivo principal é vender cervejas para outras pessoas, eu não sou muito a favor. Esse é o tipo de trabalho para as contas no mercado. Como você deve ter notado, existem mais de 4300 cervejarias nos EUA, mais de 300 só no Colorado, tenho MUITAS opções e opto por gastar meu dinheiro em cervejas produzidas por cervejeiros que não participam ativamente e competem diretamente comigo. Ah, eu entendo que é & rsquos & lsquolegal & rsquo que você carregue cervejas para outras pessoas, isso não significa que seja certo ou a coisa certa a fazer pela sua marca. Você parece querer ser considerado um Brewpub quando lhe convém, e uma Cervejaria quando vê uma vantagem nisso. Engraçado, sempre tive a impressão de que havia leis contra isso aqui no Colorado (leis destinadas a impedir que as coisas fossem assumidas pelos Industrobrewers), mas devo estar enganado.

Suas ações gritam.
Tenha uma vida incrível dirigindo seu depósito cheio de carros exóticos.
Fui sua primeira conta fora de sua área imediata de Lyon. Eu sempre fui um apoiador leal e uma conta de amplificador desde então. Eu me sinto um otário.
& mdash
Chris Black
Rei
Falling Rock Tap House

Mantenha o Westword gratuito. Desde que começamos Westword, foi definida como a voz livre e independente de Denver e gostaríamos de mantê-la assim. Oferecendo aos nossos leitores acesso gratuito a uma cobertura incisiva de notícias, comida e cultura locais. Produzindo histórias sobre tudo, de escândalos políticos às novas bandas mais quentes, com reportagens corajosas, redação elegante e funcionários que ganharam de tudo, desde o prêmio Sigma Delta Chi da Sociedade de Jornalistas Profissionais até a Medalha Casey de Jornalismo Meritório. Mas, com a existência do jornalismo local sob cerco e os retrocessos nas receitas de publicidade tendo um impacto maior, é importante agora, mais do que nunca, reunir apoio para financiar nosso jornalismo local. Você pode ajudar participando do nosso programa de associação "Eu apoio", o que nos permite continuar cobrindo Denver sem acesso pago.


O Facebook

Segunda-feira, 30 de setembro
17h - Nosso 22º lançamento anual não oficial para o GABF! 20 Cervejas entram na torneira quando a contagem regressiva chega a zero, incluindo cervejas de nossa adega, cervejas com as quais colaboramos apenas para este evento e algumas guloseimas especiais enviadas. Procure Cannonball Creek Brewing Company, Horse & amp Dragon Brewing Company e Upslope Brewing Company, para citar alguns

Terça-feira, 1 de outubro
16h - Deschutes Brewery está trazendo uma vertical de 3 anos de Double Black Butte Porter!
16h às 18h no estacionamento - Roadhouse Brewing Co. com seu ônibus VW vintage
17h - New Image Brewing Company espera atrasos, a tripla IPA que Chris preparou com eles. Se você dirigiu pelo Colorado, notou nossos sinais nas margens das estradas, com toda a construção e tráfego em nosso estado, você também viu muitos sinais de celular com a frase final & quotEsperar atrasos & quot

Quarta-feira, 2 de outubro
15h - Westbound & amp Down Brewing Company / Pizza Port Collaboration Tapping
16h - Great Divide Brewing Co.
16h30 - 20h30 no Porão - Grupo de Recursos de Cerveja
17h - Bristol Brewing Company comemorando seu 25º aniversário
21h - CSA Distribution Showcase with Lawson & # 039s Finest Liquids, Toppling Goliath, 3 Floyds Brewpub, Fremont Brewing, La Cumbre Brewing Co., Half Acre Beer Company, Two Roads Brewing Company, Breakside Brewery e muito mais ...
21h30 no estacionamento - Melvin apresenta o IPA Throwdown, 21 IPA especiais & # 039s de todo o país, incluindo Forbidden Root, Singlecut Beersmiths, Smog City Brewing, Maine Beer Company, Pure Project, Humble Sea Brewing Co., Toppling Goliath , Pinthouse Pizza, Three Floyds, Beachwood Brewing e muito mais!
22h - Noite de Cali do Crooked Stave com a Societe Brewing Company, Almanac Beer Co, Moonraker e Highwater.

Quinta-feira, 3 de outubro
Meio-dia - Boulevard Brewing Company / Ommegang
13h - Boulder Beer Co. apresentando sua cerveja do 40º aniversário
14h - Antevisão do Natal da Anchor Brewing Company
15h - Unibroue
21h30 no Estacionamento - Sour Showcase, 21 Sour Beers de todos os lados. Algumas das cervejarias incluem Alesong, Springdale, Creature Comforts, Jester King Brewery, The Rare Barrel e D9.
22h - Brouwerji West
23h - Exposição de bebidas culturais com importações da Shelton Brothers e muito mais!

Sexta-feira, 4 de outubro
11h - Estação 26 Brewing Co. Mesmo dia Hazy Ain't Lazy IPA Tapping
Meio-dia - Kill A Keg de Sierra Nevada! Veja se Chris consegue bater seu recorde de servir meio barril de cerveja (1 barril, 1 torneira, 1 pessoa), no ano passado e tempo recorde # 039s - 6 minutos, 19 segundos
13h - Rogue Ales e amp Spirits
14h - Surly Brewing Company
15h - Destihl Brewery incluindo oferta de vidro Haze of the Dead Funkengruven IPA
22h - Cerveja Eclíptica
23h - The Rare Barrel e Alvarado Street Brewery & amp Tasting Room

Sábado, 5 de outubro
16h - Avery Brewing Company, vamos tirar o pó de um barril da série Vintage & quotDemons & quot
17h - Casey Brewing and Blending
21h - Vista Brewing
22h - Firestone Walker Brewing Co. Vintage Parabola mais a estreia de um Barrelworks Collaboration Blend com o PNC Bar Owners Group - Rolling Bones
23h - New Belgium Brewing Junte-se a nós no tradicional Fim da Semana GABF, vamos retirar um barril de nossa Mistura do 20º Aniversário que foi feita com Philly & # 039s Monk & # 039s Café - Falling Monk, mais um barril especial de Amor, Oscar Blackberry Whiskey Barrel


Falling Rock Tap House: pegue uma cerveja - receitas

Quando Fritz Maytag, um dos primeiros semideuses da revolução da cerveja artesanal, tornou-se o único proprietário da Anchor Brewing em 1969, ele nunca pensou que, em quatro anos, sem saber marcaria um menino de onze anos com uma impressão indelével, forte que duraria até a idade adulta. Chris Black, agora com 43 e dono de The Falling Rock Tap House em Denver, Colorado, relembra memórias vivas de Anchor Steam, descoberto por seu pai durante frequentes viagens de negócios à Califórnia. Anchor Steam, na opinião de seu pai, valeu o preço. Ele trouxe para casa um pacote de seis, e o jovem “provador” achou que era ... irreal!

Durante o ensino médio, Black teve a oportunidade de passar cinco semanas em Salzburg, Áustria, onde descobriu o mesmo tipo de características impressionáveis ​​em Stiegl Bio-Paracelsus Naturtrub, um bock duplo com sabores de cacau, café e caramelo torrado. Esses sabores eram raros na cerveja americana, mas seu interesse em buscar uma boa cerveja foi despertado por sua exposição às possibilidades.

Em poucos anos, Black estava se formando em Cartografia e Sensoriamento Remoto [com especialização em Alemão] pela Universidade do Texas em Austin, onde descobriu Pub de Maggie Mae. À medida que seu paladar tomava nota sensorial dos estilos mundiais de cerveja, sua mente roubou instantâneos mentais de Maggie Mae's - o calor das longas exibições de garrafas de cerveja de todo o mundo, alinhadas como dominós acima do bar, o que há de mais moderno em música ao vivo, atingindo suas entranhas com folia orgástica. Ele começou sua própria coleção de garrafas de cerveja. Quando se formou em 1986, ele acumulou 300 formas e tamanhos diferentes, exibindo imagens serigrafadas ou etiquetas impressas com gráficos altamente criativos.

Com o diploma em mãos, Chris Black procurou um emprego em Mapeamento de Defesa, mas a economia havia piorado e não havia perspectivas no horizonte. Ele viajou para a Alemanha e Áustria, e encontrou-se, mais uma vez, em Stiegl, A maior cervejaria privada da Áustria. O Stiegl “Brauwelt” é a maior exposição de cerveja da Europa, exibindo documentos originais de importância histórica, curiosidades da cerveja, processos e conhecimento sobre a cerveja. Mais uma vez, a câmera mental ativou imagens em seu arquivo subconsciente.

Ele admite que seu entusiasmo pela cerveja o seduziu a procurar uma seleção cada vez maior de cervejas distintas. Como distribuidor e importador de Paulaner na área de Houston, ele descobriu O homem gengibre e Macaco pato. Seu entusiasmo era contagiante, e ele começou a realizar degustações de cerveja aos sábados, apresentando aos amantes da cerveja locais a sofisticação mais alta dos sabores palatáveis.

Em 1995, seu pai o abordou com uma oportunidade. Muitos investidores teriam pedido um plano de negócios completo com apresentação em PowerPoint, análise financeira, uma lista de ativos e seu primeiro filho. O pai de Black, no entanto, pediu apenas por "Um objetivo." Os pensamentos de Chris estavam claros.

“Quero ter uma das melhores cervejarias dos EUA em 5 anos.”

Ondas de notas mentais inundaram seu cérebro. Imagens dos sabores de cerveja de seus bares de cerveja favoritos encontrados em Schlenkerla Rauchbier, Paulaner Salvator, e Orgulho de ouro de Fuller sua coleção crescente de breweriana uma parede de torneiras para confundir a mente do maior conhecedor de cerveja, música e risos tão intensos que podiam acordar os mortos.

O melhor lugar para fazer isso seria em Denver, Colorado - centro da cidade anual do Great American Beer Festival classificada como a número um em produção de cerveja per capita nos Estados Unidos, repleta de cervejarias de sucesso que a área apelidou “Napa Valley of Beer.”

Disse Black, “Se você quiser fazer barulho com pressa, é aí que você o faz.”

Falling Rock Tap House, 1919 Blake Street, Denver, Colorado, EUA, inaugurado em junho de 1997. Seu irmão mais novo Alan administrava a rotina do bar e uma lista impressionante de 69 cervejas na torneira. Durante o Great American Beer Festival daquele ano, Chris Black distribuiu 1.200 cartões de visita nas sessões de quinta e sexta-feira. "A rocha" atraiu uma multidão tão grande que um turista que passasse teria pensado que eles estavam distribuindo sacos de dinheiro.

Em 6 de outubro de 1997, Tom Dalldorf, editor da Celebrator Beer News em Hayward, Califórnia, enviou uma carta a Chris Black: “SEU LUGAR É F___ING INCRÍVEL!” Todas as letras maiúsculas.

Em 1998, The Falling Rock estava na lista do Celebrator Beer News de Melhores bares de cerveja nos EUA. Em 2004, a CBN avaliou The Falling Rock Tap House Como “Top Alehouse nos EUA.”

Chris Black admite suas idéias para A rocha são retirados dos bares de cerveja, pubs e cervejarias que ele mais admirava. O sentimento é extremamente eclético. Ele aponta o “Finos tetos de couro coríntio” - a criatividade do vinil no seu melhor. As paredes estão forradas com 2.200 garrafas de cerveja - as que ele se lembrou de trazer para casa. Um vintage Hammonds Ale sinal de West Yorkshire, Inglaterra, sussurra memórias para os clientes dos pubs Bradford ou Huddersfield dos anos 1950 e 60. Breweriana de Fuller, Smith & Turner em Chiswick, Inglaterra, reflete imagens passageiras. Um amante da cerveja pode obter até 75 cervejas na torneira na maioria das noites, junto com uma lista infinita de cervejas engarrafadas de toda a América do Norte e do mundo.

Chris Black pensa assim. Ele é rápido em mencionar sua esposa Cheryl, a única mulher que ele “Ama, gosta e cobiça”, a diversão de conduzir negócios em uma grande indústria e a felicidade que vem de estar cercado de pessoas que ele ama e admira.

Foto acima: Chris Black, Tom Dalldorf e Stephen Beaumont comemoram a última noite do 25º Great American Beer Festival 2006 na Falling Rock Tap House

Copyright do conteúdo e cópia 2021 de Carolyn Smagalski. Todos os direitos reservados.
Este conteúdo foi escrito por Carolyn Smagalski. Se você deseja usar este conteúdo de qualquer maneira, você precisa de permissão por escrito. Entre em contato com Carolyn Smagalski para obter detalhes.


Falling Rock Tap House: pegue uma cerveja - receitas

A revista National Geographic fala muito por meio de fotos. Na década de 1960, os editores publicaram um artigo de várias páginas que narrava a descoberta de Pompeia por arqueoantropólogos. As páginas brilhantes estavam cheias de artefatos e corpos, congelados em cinzas, à medida que avançavam em suas atividades cotidianas comuns. Esses cidadãos foram pegos de surpresa - um soluço no tempo que mudou a sociedade de Pompeu em um piscar de olhos. Dois mil anos depois, Vinnie Cirluzo, da Russian River Brewing Company em Santa Rosa, Califórnia, ressuscitou essa história antiga homenageando Gaius Plinius Secundus, também conhecido como Plínio, o Velho, oficial da marinha militar em Chauci, botânico de Roma, autor da vida clássica italiana , e filósofo de Pompéia, com o lançamento de seu premiado Imperial IPA, Plínio, o Velho.

O Ancião Plínio, naturalista e historiador, é responsável por dar o primeiro nome botânico ao lúpulo como o lobo entre os arbustos, devido ao estado natural em que essa planta aromática cresceu, entrelaçada na beleza selvagem do campo e da floresta. Embora este nome clássico em latim, Lupus Salictarius, foi eventualmente alterado para Humulus lupulus para fins de categorização em famílias científicas, Plínio, o Velho, era superior em sua observação e documentação da vida vegetal, e pode muito bem ser considerado o primeiro hophead do Império Romano.

O rio russo Plínio, o Velho, reina como um tributo adequado ao seu homônimo. Esta luminescente Double India Pale Ale ganhou uma Medalha de Ouro na Copa Mundial de Cerveja de 2006, uma Medalha de Ouro no Great American Beer Festival de 2005 e uma Medalha de Bronze no Great American Beer Festival de 2004. A cereja do bolo foi a vitória de Cirluzo em 2007 no Alpha King Challenge, coroando-o como "o Hopfather" entre os adoradores do poderoso IBU. Cervejeiros de todo o país tentarão tirar Plínio, o Velho, do topo como a cerveja mais lupulada, ao mesmo tempo que mantêm as características de equilíbrio e a qualidade geral de fácil bebida. As cervejas devem custar pelo menos 60 IBUs, embora os vinhos de cevada sejam proibidos na competição.

O Alpha King Challenge foi fundado em 1999 como uma homenagem a Alpha King Pale Ale, produzida por Three Floyds Brewing em Munster, Indiana. Naquele ano, Larry Bell da Bell’s Brewery, Galesburg, Michigan reinou como o primeiro Hop King com Two Hearted Ale. Apresentado por Chris Black no Falling Rock Tap House em Denver, Colorado, o Alpha King Challenge tornou-se o evento mais prazeroso para fãs de futebol realizado em Denver durante a semana do Great American Beer Festival.

O décimo desafio anual Alpha King é patrocinado pela Hopunion LLC, Brewing News Publications, White Labs e Three Floyds Brewing Company. Em 2008, o desafio será realizado, mais uma vez, na Falling Rock Tap House, 1919 Blake Street, Denver, Colorado, na sexta-feira, 10 de outubro, das 13h às 15h. Para 2008, as cervejas são enviadas por David Edgar na Mountain West Brewery Supply, 787 W. Hemlock Circle, Louisville, Colorado 80027 Telefone: 303-402-9158.

    1999 - Two Hearted Ale - Larry Bell, Cervejaria Bell, Galesburg, Michigan


Como preparar cerveja

Este guia explica exatamente como fazer seu primeiro lote de cerveja com apenas um punhado de equipamentos e ingredientes especiais.

Fazer cerveja em casa é mais fácil do que você pensa. Requer apenas alguns equipamentos acessíveis e ingredientes especiais e é uma ótima maneira de aprender uma nova habilidade enquanto impressiona seus amigos!

Ao contrário das receitas culinárias, que devem levar algumas horas no máximo, as receitas de cerveja têm um cronograma que dura mais ou menos quatro semanas do início ao fim. Embora a espera possa ser longa, não dá muito trabalho fazer sua própria cerveja com extrato de malte. Você precisará de alguns ingredientes e equipamentos especiais que podem ser pedidos & # xA0online & # xA0ou fornecidos por uma & # xA0 loja local de cervejas caseiras.

Existem três fases principais no processo de fermentação: fabricação do mosto, fermentação e embalagem. A preparação do mosto é a etapa que exige mais trabalho do cervejeiro, pois você faz uma solução perfeita para que a levedura de cerveja se transforme em uma cerveja saborosa. Durante a fabricação do mosto, os açúcares fermentáveis ​​do malte são combinados com o sabor e as propriedades antioxidantes do lúpulo. A próxima etapa é a fermentação, o momento em que a levedura especial criada para fermentar o mosto converte o açúcar em dióxido de carbono (CO2) e álcool etílico (etanol) para fazer cerveja. Enquanto a fermentação acontece, não há nenhuma ação exigida pelo cervejeiro porque o fermento está fazendo todo o trabalho! A etapa final da fabricação de cerveja é a embalagem. Na maioria dos casos, a cerveja caseira vai para as garrafas, mas também pode ir para grandes garrafas, chamadas de growlers ou barris, para servir à pressão. Uma pequena quantidade de açúcar é adicionada à cerveja antes de ir para as garrafas individuais. Este açúcar atua como alimento para o fermento na cerveja, que se transforma no CO2 que esperamos na cerveja! Sim, todas as bolhas em sua bebida final são de um lanche de fermento.

O que você precisa: os ingredientes-chave

Antes de iniciar o processo de fermentação, você deve primeiro compreender os quatro ingredientes principais necessários para preparar um lote de cerveja: água, açúcar fermentável, lúpulo e fermento. Cada ingrediente é parte integrante da receita e deve ser cozinhado de uma certa maneira para produzir um lote de cerveja bem-sucedido. Compreender suas qualidades básicas e como cada ingrediente deve reagir com os outros é um aspecto importante da preparação da cerveja.

Água: A água compõe 90% da mistura, então usar uma água saborosa faz uma grande diferença. Se a água da torneira de sua casa lhe for gostosa, ela pode ser usada para fazer cerveja. Se você não gosta do sabor da sua água da torneira, então você pode usar água mineral ou destilada. Se você usar água da torneira, ferva-a primeiro para evaporar o cloro e outros produtos químicos que podem interferir no processo de fermentação. Deixe a água esfriar antes de usar.

Açúcar fermentado: A cevada maltada é o ingrediente comumente usado para preencher a cota de açúcar em uma receita de cerveja caseira. Alguns cervejeiros substituem uma porcentagem de milho, arroz, trigo ou outros grãos para adicionar um sabor mais leve à cerveja. Cervejeiros iniciantes devem comprar uma forma pronta para uso de cevada maltada chamada xarope de malte ou extrato de malte, em vez de tentar maltar o grão do zero, pois é um processo muito complexo e delicado. Usar um extrato de malte garantirá que o açúcar fermentado seja preparado da maneira correta e atuará conforme necessário durante todo o processo de fabricação da cerveja.

Lúpulo: Lúpulo são flores em forma de cone encontradas em uma videira de lúpulo. Eles emprestam à cerveja o sabor amargo que equilibra a doçura. O lúpulo também inibe a deterioração e ajuda a manter o & quothead & quot (o topo espumoso quando uma cerveja é servida) por mais tempo.

Levedura: Comecemos pelo princípio: não use fermento de pão para fazer cerveja! O fermento de cerveja é cultivado especialmente para uso na fabricação de cerveja. A produção de cerveja se resume a misturar um purê de grãos maltados (geralmente cevada) com lúpulo e, em seguida, fermentá-lo com lager ou leveduras ale. Existem duas grandes categorias de fermento de cerveja: ale e lager.

A levedura que você escolhe ajuda a determinar a mistura que você vai preparar. Lagers são leves, crocantes e douradas, mais escuras e mais alcoólicas.

As leveduras ale são de fermentação superior, o que significa que tendem a ficar no topo do garrafão durante a fermentação e descansar na parte inferior após a maior parte da fermentação. As leveduras ale não fermentam ativamente abaixo de 50 graus F (20 graus C). As leveduras lager são fermentadoras de fundo e são mais bem utilizadas em temperaturas que variam de 55 graus F (25 graus C) a 32 graus F (0 graus C). Como seus nomes sugerem, o tipo de fermento usado desempenha um papel importante em influenciar o tipo de cerveja que será feita. Não dependa do fermento para definir a cerveja, pois todos os ingredientes influenciam o sabor e o tipo de cerveja que você criará.

Sanitizado para sua proteção

Antes de começar a fabricar cerveja, você precisará limpar e higienizar seu equipamento e área de trabalho para evitar a deterioração e evitar sabores desagradáveis ​​na cerveja. A situação mais triste para um cervejeiro é esperar semanas pela fermentação apenas para descobrir que a cerveja está estragada.

Para cada etapa do processo de fermentação, você precisará de dois tipos de limpador: um para limpar a sujeira e a sujeira e um limpador para higienizar as superfícies. É fácil para a cerveja ser infectada por micróbios no ar ou sobras no equipamento da cozinha. Esses micróbios podem fazer a cerveja ficar com gosto de vinagre ou manteiga azeda, então é importante que tudo esteja bem limpo para evitar esses sabores desagradáveis.

Desinfetante de qualidade alimentar dedicado como & # xA0Star San

Wort de cerveja

Ingredientes

Chaleira (pelo menos 4 galões, mas quanto maior, melhor)

Para esta receita muito simples de cerveja, os ingredientes básicos estão disponíveis em qualquer fornecedor de cerveja caseira. Leia sobre os perfis de pellets de lúpulo para escolher um que tenha notas de sabor que sejam atraentes para você. Sua chaleira pode ser uma grande panela ou uma chaleira especial encomendada de um fornecedor de cerveja caseira.

Fermentação

Ingredientes

3 galões de água fria (e mais para higienização)

Qualquer recipiente de 5 galões com tampa pode ser um fermentador, mas é importante que haja uma maneira de o CO2 escapar sem deixar entrar ar (contendo micróbios nocivos) na cerveja. A maioria dos fermentadores usará uma eclusa de ar para isso. Alguns fermentadores têm a eclusa de ar incluída, enquanto outros & # xA0 exigem que ela seja adquirida separadamente, certifique-se de ler os detalhes do produto.

O fermento Baker & aposs não funciona para fermentar a cerveja. Você pode encontrar levedura seca de cerveja e aposs online por menos de US $ 5 o pacote. Uma levedura ale americana é uma boa levedura inicial porque tem um sabor limpo e pode suportar temperaturas mais altas, então a cerveja não precisa estar em uma câmara de fermentação resfriada.

Embalagem

Ingredientes

4 onças de açúcar granulado

Tubo de silicone para bebidas (se o balde de engarrafamento e ferementer tiverem um bico)

Sifão e cana de estante (se o balde de engarrafamento e ferementer não tiverem um bico)

O equipamento especial para esta etapa é um balde de engarrafamento e linha de bebidas ou um sifão e cana-de-estante. Se você encontrar um balde de engarrafamento com bico, isso tornará o processo de engarrafamento muito mais fácil. Caso contrário, a cana-de-estante e o sifão clássicos estão disponíveis em todas as lojas de homebrew, tanto pessoalmente quanto online.

As garrafas com tampa giratória e # xA0 não exigem a compra de uma tampa de garrafa ou tampas de garrafa separadas. They are good for beginners before deciding to make an investment in homebrewing as a hobby. The bottles must be brown to protect the beer from light. When light interacts with some compounds in beer it can create an undesirable skunky flavor.

The Brewing Process

Follow the steps below, split into the three major stages of brewing, to make your first beer.

Brewing Wort

Clean your kettle and large spoon very well with an unscented cleaner. Be sure to rinse well.

Bring 2 gallons of water to a boil.

Stir in malt extract adding a little at a time to make sure the syrup does not stick to the bottoms or sides of the kettle. If this happens the syrup can scorch causing burnt and even metallic flavors in the final beer.

Once all the syrup is stirred in, bring the water back to a boil and add ½ ounce of hops. Boil for 55 minutes. Adding the hops will cause the mixture to foam, be prepared to turn down the heat and stir with the metal spoon to avoid boil over.

After 55 minutes add the remaining 1 ½ ounces of hops and boil for 5 minutes. Again, watch for foaming after adding hops.

Fill the sink or another container large enough to hold the kettle with water and ice for an ice bath.

When the wort is finished boiling take the kettle off the stove and put it into your ice bath.

While wort cools in the ice bath, prepare for fermentation.

Fermentação

Sanitize your clean fermentation vessel, funnel, and airlock (if they were not already clean, both clean and sanitize it) ensuring every surface that wort will touch has been sanitized.

Pour the contents of the yeast pack into about 1 cup room temperature water. (If using liquid yeast, read package instructions)

Pour 3 gallons of cool water into the fermenter.

Use the funnel to pour the cooled wort into the fermenter. Shake the fermenter or use a well sanitized spoon to stir the cool water and cool wort together, this will also help aerate the wort which helps the yeast ferment.

"Pitch" the yeast by sprinkling it over the surface of the wort.

Place the lid on the fermenter. Fill the airlock with a sanitizer and water solution and place it in the hole or bung depending on your fermenter. Store your fermenter somewhere dark, and about 65-70ଏ.

After a few hours you will notice bubbling in the airlock. This bubbling will continue for five days to one week and then will calm down. Wait another week after bubbling subsides to package the beer.

Packaging (about 14 days after fermentation began)

Sanitize the bottles by soaking them in the sanitizing solution (make sure to hold them under the solution so the water gets inside of the bottles) for 1 hour. Also sanitize your bottling bucket, and a siphon and racking cane if your bottling bucket and fermenter don&apost have spouts.

Boil one cup of water in a small saucepan. Add sugar and continue to boil for 5 minutes. Pour mixture into the bottling bucket. It is important that you measure your sugar exactly. Too much sugar in this phase could result in too much CO2 in the bottle which can cause bottles to explode.

Place the fermenter full of beer on the kitchen counter and the bottling bucket on the ground below it.

If your fermenter and bottling bucket have spouts:

Make sure the spout on both buckets is sanitized. You can use a paper towel dipped in sanitizer or a spray bottle with a sanitizer solution.

Attach sanitized tubing to the spout on the fermenter and run the wort into the bottling bucket. The beer and the sugar solution will combine at this stage.

Detach the tubing and sanitize it again. Attach the tube to the bottling bucket.

Place the bottling bucket on the counter and the other end of the tube into a sanitized bottle. Run the beer out of the spout into the bottle to fill it to ¾ from the top. Swing the top closed and make sure it is sealed securely.

Repeat on remaining bottles until there is no beer left.

If your fermenter and bottling bucket do not have spouts:

Attach the racking cane to the siphon. Prepare the siphon by filling it with tap water. Pinch both ends of the siphon to prevent the water from running out. Place one end of the racking cane and siphon into a sanitizer solution and one end into an empty jar. When the solution has run into the siphon and expelled all of the water into the jar, pinch both ends and let the sanitizer sit in the siphon for 5 minutes to re-sanitize the siphon. (Resist the temptation to blow into the siphon with your mouth to encourage the flow.)

Place one end of the sanitized siphon into the fermenter and the other end into the jar once the beer has begun flowing through the siphon, transfer the end of the siphon to the bottling bucket. Monitor the speed that the beer transfers into the bottling bucket by pinching and releasing the siphon with your fingers (or use a specialty clamp). The beer should not splash into the bucket it should gently rush into it.

Place the bottling bucket on the counter, attach the siphon and run the other end of the siphon into a bottle. Fill each bottle with beer to 3/4 inch from the top of the bottle. Swing the top closed and make sure it is sealed securely.

Repeat on remaining bottles until there is no beer left.

Allow beer to referment in the bottle in a cool place like a closet for 14 days.

Drinking! (about 14 days after packaging)

Chill all bottles in the refrigerator and enjoy! Because the swing top bottles can allow in a little oxygen it is best to drink the beer within a month.

Raise a toast to yourself and impressing your friends! Ready to try it? Try these recipes:


20 Not-to-Miss Beer Events In and Around Denver

Whether you couldn’t score tickets to the Great American Beer Festival, don’t want to mingle with 60,000 strangers, or just need as many excuses as possible to drink more brew, Denver Beer Week (September 27–October 6) features 160 beer-tastic events that should satisfy your every desire. Here, 20 of our favorite parties taking place prior to and during the week. (Spoiler alert: You may never want to see lederhosen again.)

Oktoberfest at Denver Milk Market | Now–September 29

Perfect for those averse to big crowds, this is one of the more low-key Oktoberfest shindigs around town. Sip fall-inspired beers on tap at the Stranded Pilgrim and feast on Bavarian bites throughout the market. 1800 Wazee St. 11 a.m.–11 p.m. Diário

Denver Oktoberfest | 27 a 29 de setembro

For its 50th year, the city’s biggest Oktoberfest celebration will bring out the, well, big guns. And by that we mean wiener dog racing, brat-eating contests, barmaid challenges, costumes galore, barrel rolling, and accordions. Oh yeah, and lots of beer. Beer tickets start at $20 2100 Larimer St. times vary

Prost Brewing Oktoberfest | September 28 & October 5

It would be a crime if this German-style microbrewery didn’t host an Oktoberfest party. Polka Folka will provide the festive live music, while Prost provides the lagers and ales you expect from a brewery named after the German word for “cheers.” Free admission 2540 19th St. 3–6 p.m.

DOGtoberfest | 28 de setembro

River North Brewery is combining your two very favorite things: dogs and beer. There will be pups wearing costumes and pooches available for adoption from Big Bones Canine Rescue. Come hungry (for the food), thirsty (for the beer), and ready to have your heart melted (by the dogs, but also maybe by the heat who knows?). Free admission 6021 Washington St. 12–9 p.m.

West Denver Brewery Bike Loop | 28 de setembro

Atone for all the calories you’re drinking by biking and…drinking more calories! The West Denver Brewery Bike Loop pedals between WestFax Brewing Company, Joyride Brewing Company, Hogshead Brewery, Seedstock Brewery, and Oasis Brewing. Your efforts over the approximately 3 1/2-hour excursion earn you $1 off a 10-ounce short pour at each spot. 6733 W. Colfax Ave., Lakewood 11:30 a.m. at WestFax Brewing Company

Odell Beer Dinner | October 1

Euclid Hall Bar & Kitchen hosts a six-course dinner paired with iconic Odell beers, including 180 Shilling, Woodcut, Mountain Standard, Odell IPA, Brett Golden, and a Euclid/Odell collaboration brew, in honor of the Fort Collins brewery’s 30th year. $70 1317 14th St. 6:30 p.m.

Mini American Beer Festival | 2 de outubro

Tivoli Brewing Co. promises shorter lines than you’ll find at GABF for its pint-size beer fest, which features 15 breweries and cideries tapping special brews. Tickets get you eight five-ounce pours. $25 900 Auraria Parkway, Suite 240 6 p.m.

5th Annual Mercantile Invitational | 2 de outubro

If you like food as much as beer, this might be your can’t-miss event. Acclaimed Philadelphia chef Marc Vetri will join Alex Seidel and nine other master chefs for a paired beer reception and five-course dinner at Union Station’s Mercantile Dining & Provision. $150 1701 Wynkoop St. 6 p.m.

4th Annual All-Star IPA Throwdown | 2 de outubro

This isn’t a competition so much as an excuse to drink lots of limited edition IPAs in one convenient, beer-zealous setting. Falling Rock Tap House hosts what is billed as the “official cool kids kick-off party for GABF.” (Non-cool kids welcome, too.) Ticket prices TBD, entitling you to six 10-ounce pours and a souvenir glass 1919 Blake St. 9 p.m.

Brew and ’Cue GABF Kickoff Party at Liberati | 2 de outubro

Liberati Restaurant and Brewery will offer two of its oenobeers (brews made with wine grapes) with bites from Aurora-based H3SH3R BBQ on its massive, fountain-adorned patio. You can also try a Manhattan featuring “beermouth”—a vermouth that’s also an oenobeer—part of a collaboration between Liberati and Spice Trade Brewing. $30 2403 Champa St. 4–9 p.m.

GABF Kickoff/Boulevard Brewing’s 30th Anniversary Party | October 2–6

Smōk chef-owner Bill Espiricueta is opening up his barbecue restaurant to fellow Kansas Citians and all those excited about Boulevard Brewing coming to Denver. Besides discounts on special beers all weekend long, the Thursday night party will feature special tappings and $3 chocolate ale mini floats. Free admission 3330 Brighton Blvd. times vary


Falling Rock Tap House: Grab a Beer - Recipes

With 75 beers on tap and another 130 in bottles, the Falling Rock Tap House is a shrine to serious beer drinkers. We make a point to stop by at least once on every trip to Denver, and the place never gets old. The food is basic pub grub -- good, but nothing that hasn't been done before -- but the draw at this place is the beer and the beer people.

19 - 23 do 183 avaliações

One of the best beer bars in the world! Incredible tap selection and an impressive reserve bottle selection. If you're traveling from out of town, bring some beer from your local breweries to give to the team there.

If you're looking for a beer and some good bar food, you have to check this place out. I'd guess they have 75+ beers on tap. It is within a block or two of the stadium and a great place to have a few cold ones before the game.

Falling Rock Taproom came highly recommended by a craft beer distributor that I know and I wasn't disappointed--they had a huge variety on tap and in bottles and the wait staff was very knowledgeable. The food was pretty good too--I had the Johnny Cash burger cooked just the way I wanted and very filling (it helped soak up some of that beer!) The chips and guacamole appetizer was fresh and tasty too. My husband enjoyed the philly cheesesteak "unlike any I ever had" probably because it was topped with green chili. The vegetarian in our group had the house made veggie burger--and said it was delicious. I would definitely visit again. Oh, and it's very convenient to Coors Field--just a block away from the Center Field gate.


Denver's ten best draft beer lists

Support the independent voice of Denver and help keep the future of Westword free.

American Craft Beer Week is in full swing here in the Denver, making our ale and lager-focused city even more enthusiastic about hitting the bars and drinking up craft liquids in celebration of the occasion.

In honor of that, we present Denver's ten best draft beer lists.

Star Bar's tap line may be small, but it's mighty. The place usually features a frequently rotated selection of rare craft brews from our state and beyond, and occasionally hosts a tap takeover, devoting all six lines to one brewery. Recently, the spot has given up all of its keg space to Ska Brewing and New Belgium's Lips of Faith series.

Denver's first brewpub may be operating in a more crowded market now that other beer-makers have moved into the Mile High City, but it's still one of our top spots to grab a draft, sampling the ever-changing (and vast) lineup of beers brewed by Wynkoop itself, supplemented by four or five guest taps. And come the end of the month, Breckenridge will start getting some handles, too, thanks to the joint venture between the two places.

Denver's newest beer hall features some of the best patio views in the city, thanks to its deck facing downtown (and overlooking I-25). And you can drink that in while drinking one of the forty craft beers on tap. Selections are heavy with Breckenridge brews -- since that's the brewery that owns the place -- but there are plenty of other offerings to choose from, too.

A bounty of beers pours forth from Vine Street's taps most of them are brewed at the spot's sibling restaurants, Mountain Sun and Southern Sun, in Boulder. But the brewery still gets a best draft list designation because it supplements its own products with rare finds from all over the country -- including stuff like highly coveted Pliny the Younger from Russian River.

If it's Belgian beer you're after, there's really only one place in town to go, and that's the Cheeky Monk. The Belgian beer cafe features 23 lines of Belgian and Belgian-style ales, including Chimay Cinq Cents, Delirium Tremens and the Duchesse de Bourgogne, a personal favorite. It also has ten taps devoted to very rare American craft beers.

Euclid Hall was envisioned as an upscale beer and sausage hall, and it features a massive list of ales and lagers to go with its heavy foodstuffs. Twelve of those are draft selections, which range from a Colorado-brewed kolsch to Boulevard Tank 7 to Stone Sublimely Self-Righteous Ale. And there's always the rotating tap, which always features something fun, including one-off brews made just for Euclid Hall.

It's craft alcohol all the way at Rackhouse Pub, which fronts Stranahan's distillery, and the place has put a lot of thought into what it features on its twenty taplines. Nineteen slots go to Colorado brews -- which gives drinkers an idea of the depth of the beer scene in the state -- and the remaining handle is devoted to a rotating out-of-state keg.

Freshcraft nabbed our award for Best Bottle Beer List for its 100+ geek-tastic selections from across the country and around the world. But this spot also features twenty taps-worth of stuff on draft, too, and each handle goes to a highly sought cool keg. Bonus: tomorrow, in honor of American Craft Beer Week, Freshcraft is doing a tap takeover with Avery, featuring fifteen different selections from the Boulder-based brewery.

When Drew and Leah Watson opened Hops and Pie, they elevated the timeless combo of pizza and beer into something special. That's partially thanks to the couple's love of craft beer, which led them to install 22 taps that pour a rotating selection of craft brews. Plus, every first Friday, the eatery brings in a firkin, a small, cask-conditioned one-off. Cheers.

Falling Rock may very well be the epicenter of beer in a very beer-oriented state, a haven for beer geeks before beer geekiness was cool. But even as the craft beer taps have proliferated across our metro area, there's still no place with a set-up that rivals the 75 handles at the bar where it all began. Falling Rock pours quantity and quality the house sometimes offers some of the rarest selections in existence, ones you'll never find elsewhere in the state. And so it's no surprise that Falling Rock won our Best Draft Beer List award in the Best of Denver 2011.

Honorable mentions go to Uptown Brothers Brewing, the Yard House, Mellow Mushroom and Cheba Hut for their massive lineups.

Know of more spots with good draft lists? Tell us about them in the comments.


Assista o vídeo: Denver Dream Center Falling Rock Tap House Thanks (Outubro 2021).